Presidente do TSE destaca segurança do sistema eletrônico de votação

02:23 Política, Notícias 06/10/2018 - 16h58 Brasília Embed

Sumaia Villela

A presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, afirmou, neste sábado (6), que o sistema de votação eletrônico usado pelo Brasil é confiável e nunca registrou casos de fraude.
 

Sonora: “Nosso sistema eletrônico de votação é ágil, seguro, confiável e, sobretudo, auditável. Há condições de auditagem, como já ocorreu, sem que tenha sido constatado sequer um caso comprovado de fraude”.
 

A declaração foi dada à imprensa durante cerimônia de verificação da segurança dos softwares usados na votação. O evento foi aberto a observadores, inclusive internacionais.


A procuradora-geral eleitoral, Raquel Dodge, também falou com a imprensa. Ela disse que a confiabilidade do método de votação brasileiro é importante para que as pessoas acreditem na democracia.
 

Sonora: “A vontade do eleitor será aquela depositada na urna e declarada à população amanhã à noite. Isso é muito importante porque as pessoas precisam acreditar que o sistema democrático não só funciona, mas está sendo garantido pela própria Justiça Eleitoral”.
 

A confiança no Estado Democrático de Direito também foi mencionada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli. Ele citou pesquisa do Datafolha, divulgada nessa quinta-feira (4), em que 69% dos entrevistados escolheram a democracia como a melhor forma de governo. O índice é o maior desde 1989, segundo a instituição.


Sonora: “Essa pesquisa tem um histórico que demostra que estamos vivendo o momento de maior credibilidade da democracia. Isto é muito importante – o povo acreditar que o melhor regime é o estado democrático de direito. Parabéns ao povo brasileiro.”
 

O Congresso Nacional tinha aprovado o uso do comprovante de voto impresso para as eleições deste ano, mas a regra foi questionada no STF e os ministros derrubaram a norma por entender que a impressão viola o sigilo do voto.

 

Para conferir o funcionamento honesto do sistema eleitoral brasileiro está no país uma comissão da Organização dos Estados Americanos (OEA).


A urna eletrônica começou a ser usada no Brasil em 1996. Antes a votação era feita em papel e demorava dias para que o país soubesse quem tinha sido eleito presidente do Brasil. 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique