Propaganda política em igreja do DF será investigada pelo Ministério Público

01:43 Política, Notícias 03/10/2018 - 13h20 Brasília Embed

Kariane Costa

O Ministério Público (MP) em Brasília  vai investigar um caso de propaganda eleitoral que teria ocorrido dentro de uma igreja católica.


A iniciativa partiu após um vídeo circular na internet em que o padre Moarcir, famoso na capital federal, aparece durante a celebração de uma missa supostamente pedindo votos a um dos candidatos à Presidência da República.

 

De acordo com o Ministério Público, a conduta vai contra a recomendação feita pela Procuradoria Regional Eleitoral no Distrito Federal para que líderes e entidades religiosas não façam propaganda eleitoral de qualquer espécie nos espaços dos seus cultos.

 

A Arquidiocese de Brasília informou que ainda não foi notificada pelo Ministério Público e que vai se pronunciar somente quando for notificada. Destacou, ainda, que a orientação dada ao padre Moacir é a mesma dada as outras arquidioceses

 

Em outro caso, na Arquidiocese de Goiânia, o padre Cleidiomar Moreira fez um vídeo e divulgou na internet declarando apoio a um dos candidatos à Presidência.


Pouco tempo depois, o bispo dom Washington Cruz divulgou uma carta aos padres da região alertando que é absolutamente proibido fazer campanha eleitoral para qualquer candidato e, quem o fizer, receberá a devida pena canônica.

 

A Confederação Nacional dos Bispos do Brasil também já declarou em mensagem pública não apoiar nenhum candidato ou partido político nestas eleições.


O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já  firmou o entendimento de que pedido de voto em evento religioso pode configurar abuso de poder econômico.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique