STF ouvirá Jucá após depoimento de testemunhas em caso da Lava Jato

01:27 Política, Notícias 03/10/2018 - 08h51 Brasília Embed

Kariane Costa

A 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) recebeu denúncia contra o presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, Ezequiel de Souza, por corrupção passiva.


A denúncia, feita em 2015, aponta que Ezequiel Ferreira teria recebido R$ 300 mil para agilizar projeto de lei na área de inspeção veicular.


O caso foi para a Corte porque mais da metade dos desembargadores do estado se declararam impedidos de julgar o caso.


Ainda não foi marcada data para inicio do julgamento. Também nessa terça feira (2) a Primeira Turma decidiu que vai interrogar o senador Romero Jucá, do MDB, que é reu por corrupção passiva, somente após as testemunhas falarem no processo, como acontece na maior parte dos casos.


O senador é acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no âmbito da Operação Lava Jato.


Ele é acusado de receber propina em troca de beneficiar empresas no Congresso. O senador nega as acusações.


A decisão ocorreu após a Procuradoria-Geral da República (PGR) entrar com um recurso contra a decisão do relator do caso, ministro Marco Aurélio, que determinou que Jucá fosse ouvido primeiro no processo.


A maioria dos ministros entendeu que o acusado deve falar por último em respeito aos princípios do contraditório e da ampla defesa.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique