Temer se diz preocupado com violência mas acredita em união após as eleições

01:53 Política, Notícias 14/10/2018 - 10h52 Rio de Janeiro Embed

Cristiane Ribeiro

O presidente da República, Michel Temer, admitiu que o Brasil está dividido por causa das eleições. No entanto, ele acredita que essa divisão entre os brasileiros será superada assim que terminar o período eleitoral.

 

Temer participou nessa sexta-feira (12), no Rio de Janeiro , de uma missa em homenagem a Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, no centro de visitantes das Paineiras, aos pés do monumento do Cristo Redentor, que completou 87 anos.

 

Após a celebração, o presidente disse que se preocupa com episódios de violência ocorridos durante a campanha eleitoral e que é preciso a união de todos para combater esses atos.

 

O presidente fez uma analogia à imagem de Nossa Senhora Aparecida, que foi encontrada em duas partes e depois restaurada, para afirmar que o fato serve como uma simbologia para verificar que nada no Brasil vai se fraturar.

 

Segundo ele, se houver uma tentativa de divisão, nós todos, vamos colar essa fraturas de modo que permanentemente tenhamos uma imagem do Brasil inteiramente costurada.

 

Durante a missa, celebrada por dom Orani Tempesta, Arcebispo do Rio de Janeiro , o presidente pediu que os visitantes ao monumento do Cristo Redentor façam doações voluntárias para manter a obra.