TSE determina retirada de conteúdo falso contra Fernando Haddad

01:16 Política, Notícias 12/10/2018 - 14h19 Brasília Embed

Lucas Pordeus Leon

O Tribunal Superior Eleitoral, o TSE, determinou que o Facebook retire do ar, em até 48 horas, uma página que associa o candidato do PT, Fernando Haddad, a disseminação de notícias falsas.

 

A postagem afirma que Haddad, preocupado com as últimas pesquisas, teria dito para campanha intensificar a disseminação de fake news contra o adversário, Jair Bolsonaro, do PSL.

 

O ministro Carlos Horbach entendeu que a notícia é inverídica e tem potencial lesivo a honra do candidato. A coligação encabeçada por Haddad ainda havia pedido a retirada de outras 221 publicações nas redes sociais.

 

Mas o ministro entendeu que, nos demais casos, são opiniões de eleitores, com especulações sobre o candidato.


O TSE também lançou uma página chamada Esclarecimento sobre informações falsas, com notícias sendo desmentidas, especialmente relacionadas a segurança da urna eletrônica.


O tribunal ainda encaminhou ao Ministério Público informações fornecidas pela Coligação de Fernando Haddad sobre um jogo eletrônico, criado por uma empresa de tecnologia, em que o candidato Bolsonaro aparece como um personagem que mata e bate em minorias e adversários. De acordo com a denúncia, o jogo estimula a violência política.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique