Bolsonaro parabeniza Lava Jato, após prisão de Pezão; Jungmann diz que Rio vive uma "metástase"

01:43 Política, Notícias 30/11/2018 - 10h14 Rio de Janeiro Embed

Fabiana Sampaio

Após prisão do governador Luiz Fernando Pezão, nessa quinta-feira (29), no Rio de Janeiro, o presidente eleito Jair Bolsonaro parabenizou o trabalho da Lava Jato. Em sua conta no twitter, ele afirmou também que os que hoje se colocam contra ou relativizam a Lava Jato, estão contra o Brasil e os brasileiros.

 

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, afirmou que a prisão do governador do Rio de Janeiro é extremamente triste. Jungmann comparou a situação vivenciada pelo estado com a de uma metástase.

 

O envolvimento de autoridades fluminenses com supostos atos ilícitos já levou para a cadeia quatro governadores do estado. Além de Pezão, o ex-governador Sérgio Cabral está preso há mais de dois anos. Cabral governou o Rio por dois mandatos, entre 2007 e 2014.

 

Já Rosinha Garotinho, que ocupou o Palácio Guanabara entre 2003 e 2006, foi presa por crimes eleitorais, em 2017, junto com o marido, Anthony Garotinho, que governou o estado entre 1999 e 2002. Ambos foram soltos ainda em 2017.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique