Bolsonaro reconhece dificuldade em aprovar reforma da Previdência neste ano

02:02 Política, Notícias 13/11/2018 - 08h32 Rio de Janeiro Embed

Fabiana Sampaio

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, reconheceu nessa segunda-feira (12) que há dificuldades em aprovar a reforma da Previdência ainda este ano.

 

Segundo ele, a avaliação foi feita pelo futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, com quem se reuniu.

 

Bolsonaro afirmou também que essa não é a reforma que ele, Bolsonaro, deseja e que  é preciso começar pelo setor público, considerado por ele deficitário.

 

O presdidente eleito conversou com a imprensa durante a tarde na porta do condomínio onde mora, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio.

 

Jair Bolsonaro afirmou que está examinando o nome do deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS) para assumir o Ministério da Saúde.

 

Mandetta é ortopedista pediátrico, não se candidatou novamente e, portanto, ficará sem mandato no próximo ano.

 

Ele se reuniu com Bolsonaro e os dois conversaram sobre a possibilidade dele assumir a pasta. Bolsonaro falou sobre medidas para a área.

 

Sobre a indicação de Joaquim Levy para o BNDES, o presidente eleito disse que endossa a decisão de Paulo Guedes e que não há nada que desabone a trajetória do indicado.

 

Ele afirmou que vai retirar o sigilo das operações do banco. Segundo ele, está faltando transparência e  é preciso tornar os  números públicos.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique