Flávio Bolsonaro diz que tendência do governo é fatiar reforma da Previdência

01:57 Política, Notícias 29/11/2018 - 12h48 Brasília Embed

Victor Ribeiro

O senador eleito pelo PSL do Rio de Janeiro, Flávio Bolsonaro, comentou nessa quarta-feira (28) como o novo governo organiza a articulação com o Congresso Nacional.

 

Ele confirmou que o general Santos Cruz, indicado para a Secretaria de Governo dividirá a tarefa com outros ministros.

 

Flávio Bolsonaro também disse qual será a estratégia do governo para fazer a reforma da Previdência. De acordo com ele, a reforma é indispensável, mas pode não ser feita por meio de uma proposta de emenda à Constituição (PEC).

 

Isso porque a PEC exige um quórum maior, de dois terços de cada Casa Legislativa, enquanto projetos de lei podem ser aprovados por menos parlamentares.


Sobre a sucessão da Mesa Diretora do Senado, Flávio Bolsonaro afirmou que vai trabalhar para evitar a eleição de Renan Calheiros, do MDB de Alagoas para a presidência da Casa.

 

A nova legislatura toma posse em fevereiro e Calheiros, reeleito senador por Alagoas, articula sua candidatura para um quinto mandato no comando do Senado.

 

O senador eleito também afirmou que a intervenção federal deve ser suspensa no estado do Rio de Janeiro.

 

Para ele, o governo federal deve manter apenas a GLO, a Operação de Garantia da Lei e da Ordem, até a chegada às ruas de novos policiais concursados.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique