Lula e Dilma viram réus na Justiça Federal em ação que tramita em Brasília

01:39 Política, Notícias 23/11/2018 - 19h56 Brasília Embed

Samanta do Carmo

A Décima Vara Federal em Brasília aceitou nesta sexta-feira denúncia oferecida pelo Ministério Público contra o ex-presidente Lula, a ex-presidenta Dilma Rousseff, os ex-ministro Antonio Palloci e Guido Mantega e o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto.

 

Com a decisão, todos se tornam réus e responderão pela suspeita de terem praticado crimes de cartel, corrupção e lavagem de dinheiro contra a administração pública. A denúncia foi uma das últimas feitas pelo então Procurador Geral da República Rodrigo Janot, em setembro de 2017, antes de deixar o cargo.

 

O documento começou a tramitar no Supremo Tribunal Federal porque os acusados tinham foro por prerrogativa de função. Como deixaram os cargos, o processo foi enviado para a primeira instância. Todos os envolvidos terão 15 dias para apresentar suas considerações e defesas.

 

Segundo a denúncia, os crimes teriam sido praticados entre 2002 e 2016. O suposto esquema envolveria o uso de órgãos públicos como a Petrobras, o Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) e o Ministério do Planejamento e a negociação de cargos em troca de propina para diversos partidos.

 

Em nota, o Partido dos Trabalhadores afirma que a denúncia não se sustenta em fatos nem provas. Menciona que seria um delírio acusatório do ex-procurador-geral Rodrigo Janot, sem qualquer base na lei. Além disso, cita que o juiz decidiu aceitar a ação em apenas pouco mais de uma semana depois de recebê-la.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique