Em cerimônia de diplomação, Bolsonaro pede confiança daqueles que não o apoiaram

02:38 Política, Notícias 11/12/2018 - 09h04 Brasília Embed

Victor Ribeiro

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, do PSL, e o vice dele, Hamilton Mourão, do PRTB, foram diplomados nessa segunda-feira (10) em uma cerimônia no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília.


O discurso de diplomação de Bolsonaro durou exatos 10 minutos e teve tom conciliador.


A presidente do TSE, ministra Rosa Weber, também discursou. Ela lembrou que a cerimônia de diplomação coincidiu com a comemoração dos 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos. A ministra reiterou a importância de se respeitar as pessoas, independente de cor, raça, pensamento político, origem social e orientação sexual.


Rosa Weber discursou por 15 minutos e acrescentou que democracia não é apenas exercer o direito de votar.


A diplomação é o ato por meio do qual a Justiça Eleitoral atesta quem são, efetivamente, os eleitos. Somente a partir da diplomação que os candidatos podem tomar posse. A posse de Bolsonaro e Mourão será no dia 1º de janeiro.


O primeiro presidente a receber o diploma eleitoral foi Eurico Gaspar Dutra, em 1946, mas a primeira cerimônia nos moldes em que ocorreu agora foi em 1951, com o então presidente eleito Getúlio Vargas.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique