Moro fala em enviar projeto anticrime ao Congresso e ressalta prisão em 2ª instância

03:19 Política, Notícias 02/01/2019 - 15h25 Brasília Embed

Lucas Pordeus León

O ex-juiz responsável pelos processos da Operação Java Jato tomou posse nesta quarta-feira (2) como ministro da Justiça e da Segurança Pública.

 

Sérgio Moro também vai comandar o COAF, o Conselho de Controle de Atividades Financeiras, que ficava no extinto ministério da Fazenda. 


No discurso na cerimônia de posse, diante do presidente do STF, ministro Dias Toffoli, Moro defendeu mudanças na legislação para estabelecer, de uma vez por todas, a prisão após a condenação em segunda instância.

 

O Supremo marcou para o dia 10 de abril o julgamento sobre a prisão em 2º instância.

 

O ex-juiz federal destacou ainda as prioridades da gestão.

 

Também ficam sob responsabilidade de Moro medidas de defesa da ordem jurídica, dos direitos políticos e das garantias constitucionais; além de políticas sobre drogas, direitos do consumidor e questões relacionadas a imigração.

 

Moro também vai comandar os registros sindicais, função que era exercida pelo extinto ministério do Trabalho.

 

O ministro Sérgio Moro promete encaminhar um projeto anticrime, para votação no Congresso, cuja intenção não seria a de aumentar penas, mas alterar mecanismos do processo penal.
 

Moro destacou ainda que pretende aumentar a cooperação internacional para evitar que criminosos se protejam em outros países; e promete reestruturar e fortalecer as forças-tarefas para investigar a grande corrupção, seja em Curitiba, Rio de Janeiro, São Paulo ou Brasília.

 

Para o ministro da Justiça e Segurança, o mais importante na Administração Pública é manter a confiança da população no governo.

 

O ex-juiz da mais famosa operação policial do país ainda nomeou 10 secretários e diretores nesta quarta-feira (2), entre ele, os chefes da Polícia Federal, Maurício Valeixo, e do COAF, Roberto Leonel.
 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique