Sobre baixas na Casa Civil, Santos Cruz diz que trocas em início de governo são normais

01:25 Política, Notícias 16/01/2019 - 08h05 Brasília Embed

Victor Ribeiro

O ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República, general Santos Cruz, minimizou as exonerações nos ministérios. Durante uma cerimônia no Palácio do Planalto, o ministro foi questionado sobre o pedido de demissão do presidente da Funai, Wallace Barros, e a exoneração de servidores da Casa Civil. Ele disse que são normais essas trocas no começo de governo.


Santos Cruz também comentou sobre a reunião ministerial que ocorreu nessa terça-feira (15). Ele explicou que os encontros semanais servem para que os integrantes do primeiro escalão saibam o que cada pasta está fazendo. Quem se apresentou dessa vez foi o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.


Santos Cruz conversou com a imprensa após a cerimônia de troca da guarda presidencial. O presidente Jair Bolsonaro e o vice, general Hamilton Mourão, também participaram. Bolsonaro não deu declarações, e Mourão afirmou estar muito emocionado ao participar de uma solenidade tão tradicional.


A troca de guarda ocorre a cada seis meses. Nessa terça, os militares do Batalhão da Guarda Presidencial deram lugar a homens do 1º Regimento de Cavalaria de Guarda, também conhecidos como Dragões da Independência. Até o mês de julho eles serão os responsáveis pela segurança do Palácio do Planalto e nas residências oficiais da Granja do Torto e dos palácios da Alvorada e do Jaburu.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique