Beto Richa e outras 9 pessoas viram réus por corrupção, lavagem de dinheiro e associação criminosa

01:01 Política, Notícias 12/02/2019 - 08h08 Brasília Embed

Victor Ribeiro

O ex-governador do Paraná, Beto Richa, do PSDB, e outras nove pessoas, viraram réus na primeira instância da Justiça Federal em Curitiba.


De acordo com o Ministério Público Federal, o grupo participou de um esquema de corrupção, lavagem de dinheiro e associação criminosa na concessão de rodovias do chamado Anel de Integração do Paraná.

 

Os investigadores estimam que, entre 1999 e janeiro de 2018, as concessionárias pagaram R$ 35 milhões em propina aos agentes públicos que atenderam aos interesses das empresas. 


As suspeitas já haviam levado à prisão de Beto Richa, no dia 25 de janeiro, durante o cumprimento da 58ª fase da operação Lava Jato em Curitiba.

 

O ex-governador foi solto uma semana depois, por decisão do presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha.


Na época da prisão, a defesa de Beto Richa informou que os fatos são antigos e já foram esclarecidos pelo ex-governador.

 

*Com informações da Agência Brasil

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique