AGU cria força-tarefa para acompanhar discussões sobre a reforma da Previdência

03:04 Política, Notícias 05/04/2019 - 18h17 Brasília Embed

Sayonara Moreno

O advogado-geral da União, ministro André Mendonça, anunciou que a União deve promover uma chamada “Redução da judicialização”, que se resume a abrir mão de recorrer a processos que correm na Justiça, contra a União, em questões previdenciárias, ligadas ao INSS.

 

Segundo o ministro, já são mais de 5,6 milhões de processos pendentes.

 

A declaração do ministro foi dada nesta sexta-feira (5), durante café da manhã com jornalistas, em Brasília.

 

O evento marcou os cem dias de gestão do ministro Mendonça, que destaca o principal feito da AGU, durante o período.

 

O ministro anunciou ainda que a AGU criou uma força-tarefa para acompanhar as discussões sobre a reforma da Previdência, no Congresso Nacional.

 

Ele assegura que, apesar de ainda estar em análise na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, o texto é constitucional.
 

Mendonça destacou, também, que a AGU pretende firmar cinco acordos de leniência ainda este ano.

 

Dentro de dois anos, o total recuperado pela União pode ser de R$ 25 milhões.

 

Em relação a acordos já firmados, a AGU divulgou nomes de empresas como UTC Engenharia, Andrade Gutierrez e Odebrecht, com recuperação de mais de R$ 6 bilhões de reais, pela União.

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique