Danilo Gentili é condenado por crime de injúria à Maria do Rosário

01:33 Política, Notícias 11/04/2019 - 10h46 Brasília Embed

Lucas Pordeus León

A Justiça Federal condenou o humorista e apresentador de TV Danilo Gentili a 6 meses e 28 dias de detenção, em regime inicial semiaberto, pelo crime de injúria contra a deputada federal Maria do Rosário, do PT gaúcho.

 

A ação proposta pela parlamentar foi acolhida pela juíza federal Maria Isabel do Prado, da 5ª Vara Federal Criminal de São Paulo. Gentili poderá recorrer da sentença em liberdade.

 

Em março de 2016, o humorista e apresentador postou mensagens em rede social que foram consideradas nocivas à imagem, à honra e à segurança pessoal da deputada federal. Segundo a ação, apesar de a Procuradoria Parlamentar da Câmara dos Deputados solicitar que ele removesse o conteúdo, Gentili debochou da notificação oficial.

 

Por meio de um vídeo, o comediante abre as calças e coloca o documento oficial da Câmara no órgão genital, além de ofender a parlamentar com palavrões.

 

Na decisão, a juíza ressaltou que a liberdade de expressão é um dos pilares do Estado de Direito, mas que a Constituição também garante a todos a proteção da honra e da imagem.

 

A magistrada pontuou que a decisão serve para conter o uso abusivo da liberdade de expressão, quando esta fere a honra de outra pessoa.

 

Na sentença, não foi reconhecida a alegação da defesa de que o ato seria uma peça humorística.

 

Nas redes sociais, Danilo Gentili critica a decisão e ironiza perguntando quem vai lhe levar cigarros.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique