Rogério Marinho afirma que não há texto alternativo para a reforma da Previdência

01:38 Política, Notícias 20/05/2019 - 17h46 Brasília Embed

Victor Ribeiro

O secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, afirmou hoje (20) que não existe texto alternativo para a reforma da Previdência.

 

E lembrou que o próprio presidente da comissão especial que debate a proposta na Câmara dos Deputados, Marcelo Ramos, do PR do Amazonas, informou que os parlamentares usam o texto do governo como base da reforma.

 

Rogério Marinho disse que o governo dará apoio ao relatório da comissão se forem mantidos os princípios da proposta. Entre eles, as mudanças na idade mínima para aposentadoria, as regras de transição, a igualdade entre os sistemas dos servidores públicos e dos trabalhadores privados e a contribuição proporcional à renda.

 

A expectativa do governo é de que a reforma da Previdência economize mais de 1 trilhão de reais pelos próximos dez anos. O secretário especial da Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, declarou que cabe ao Congresso Nacional decidir se mantém a proposta. E se alterar o texto, se vai adotar medidas para compensar possíveis mudanças e alcançar a economia pretendida.

 

*Com informações da Agência Brasil

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique