Bolsonaro vai à Zona Franca e assina decretos sobre pesquisa e retransmissão de rádio na Amazônia

02:33 Política, Notícias 25/07/2019 - 18h58 Brasília Embed

Gabriella Noronha, da TV Brasil

Foi a primeira vez, em dez anos, que um presidente da República participa da reunião do conselho. Na pauta, a análise de 88 projetos que poderão gerar até 4 mil empregos no Polo Industrial de Manaus, nos próximos três anos.

 

Para o ministro da economia Paulo Guedes, também presidente do Conselho Administrativo da Superintendência da Zona Franca de Manaus, o governo entende a importância do modelo da Zona franca para a região. 

 

Para o presidente Jair Bolsonaro, a visita a Manaus demonstra que o governo está buscando o desenvolvimento do país independente da região.

 

Fundada em 1967, a Zona Franca de Manaus concede incentivos fiscais a empresas instaladas no Amazonas, Roraima, Acre, Rondônia e Amapá. As indústrias instaladas no polo de Manaus têm redução e isenção de impostos, como o Imposto sobre Produtos Industrializados, o IPI, e  a Cofins.

 

De acordo com Alfredo Menezes, superintendente da Zona Franca, o modelo é importante não só para a região norte, mas para o Brasil.


Em Manaus, o presidente Jair Bolsonaro assinou três decretos: o que institui o comitê das atividades de pesquisa e desenvolvimento da Amazônia; outro que regulamenta o comitê das atividades de pesquisa e desenvolvimento da região; e outro decreto que aprova o regulamento de retransmissão de rádio na região da Amazônia Legal em frequência modulada, FM.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique