Comissão da Câmara pede mais recursos federais para Roraima enfrentar crise de imigração venezuelana

01:41 Política, Notícias 17/07/2019 - 09h46 Brasília Embed

Juliana Cézar Nunes

A Comissão Externa da Câmara sobre a crise na Venezuela encerrou os trabalhos deste semestre legislativo com uma série de recomendações para os governos federais e estaduais.

 

A principal delas é o repasse de R$ 25,5 milhões para o estado de Roraima usar na educação básica.

 

Cidades como Pacaraima já têm 33% vagas do ensino público ocupadas por venezuelanos.

 

O hospital do município aumentou em 80% os atendimentos para atender a demanda da imigração.

 

Por isso, a Comissão da Câmara defende a contratação de mais profissionais de saúde, agentes de combate a endemias, além da cooperação de órgãos federais e estaduais na área de segurança pública. Cerca 10% dos detentos de todo o estado de Roraima já são venezuelanos.

 

As recomendações constam do relatório preliminar do deputado Antonio Nicoletti, do PSL de Roraima, já aprovado na comissão.

 

Ele reconhece os resultados positivos da Operação Acolhida, que levou imigrantes de Roraima para outros estados com apoio das Forças Armadas. Mas avalia que a operação não atendeu as dificuldades financeiras do estado.

 

Os parlamentares estiveram em Roraima no mês de abril deste ano. 

 

Procuramos a Casa Civil da Presidência da República para saber sobre a resposta ao pedido de aportes financeiros, mas até o fechamento desta edição não obtivemos retorno.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique