Na ONU, Bolsonaro fala de compromisso com a preservação da Amazônia e soberania

02:25 Política, Notícias 24/09/2019 - 13h05 Brasília Embed

Sayonara Moreno

O discurso do Presidente Jair Bolsonaro, na abertura dos debates da Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova York, durou cerca de 30 minutos. Ele defendeu a soberania da Amazônia, além do desenvolvimento sustentável da região. Segundo Bolsonaro, o governo do Brasil tem compromisso com a preservação da floresta.

 

Sonora: “Nossa Amazônia é maior que toda a Europa Ocidental e permanece praticamente intocada. Prova de que somos um dos países que mais protege o meio ambiente. Nessa época do ano, o clima seco e os eventos favorecem queimadas espontâneas e também as criminosas. Vale ressaltar que existem queimadas praticadas por índios e populações locais, como parte de sua respectiva cultura e forma de sobrevivência.

 

O presidente ainda leu uma carta de lideranças indígenas. No documento, há um pedido para que a indígena Ysani Kalapalo, presente no evento, fale em nome dos índios brasileiro na assembleia. Sobre os indígenas do Brasil, Bolsonaro defendeu que eles tenham direito a explorar suas terras, e citou que 14% do território brasileiro são de terras indígenas demarcadas.

 

Sonora: “É preciso entender que nossos nativos são seres humanos exatamente como qualquer um de nós. Eles querem e merecem usufruir dos mesmos direitos que todos nós. O Brasil agora tem um presidente que se preocupa com aqueles que lá estavam antes da chegada dos português. O índio não quer ser latifundiário, pobre em cima de terra rica. Especialmente das terras mais ricas do mundo.”

 

Ainda no discurso, Bolsonaro fez um balanço das ações do governo, desde que ele assumiu a presidência da república e citou a redução dos casos de crimes violentos e o combate à corrupção. Ele ainda atribuiu esse resultado ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro que, segundo Bolsonaro, é o “símbolo do Brasil”.

 

Também foram lembradas viagens internacionais que o presidente realizou como mandatário brasileiro, para parcerias políticas e comerciais. Entre elas a do o Mercosul com a União Europeia e disse estar ansioso para visitar países da Oceania, África e Europa.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique