Uruguai vai se retirar de Tratado contra Venezuela

01:55 Política, Notícias 24/09/2019 - 17h29 Montevideo Embed

Marieta Cazarré

Uruguai anunciou hoje que o país irá se retirar do Tratado Interamericano de Assistência Recíproca. O tratado, ativado na noite de ontem em uma reunião dos ministros de estado dos países membros, permite desde a ruptura das relações diplomáticas com a Venezuela até uma intervenção militar no país.

 

O Uruguai foi o único, entre os 19 membros, que votou contra a ativação do mecanismo. Para o chanceler uruguaio, Rodolfo Nin Novoa, a ativação do Tratado representa uma grave violação em matéria de direito internacional, no que se refere ao princípio de resolução pacífica das controvérsias e ao princípio de não-intervenção. Ele disse que o país tomou a decisão de votar contra a resolução, não a favor do governo da Venezuela, mas a favor do direito internacional e da paz.

 

A  resolução reconhece abre aspas a “ameaça representada pelo regime ilegítimo de Nicolás Maduro à segurança e estabilidade do Hemisfério”. fecha aspas

 

De acordo com a resolução, os países poderão investigar e levar à Justiça pessoas do governo de Maduro vinculadas à guerrilha, ligadas ao tráfico de drogas ou terrorismo ou quem for responsável por violações de direitos humanos, corrupção e lavagem de dinheiro.

 

Para o chanceler do Uruguai, a decisão "é um grave desrespeito ao sistema multilateral. E o país não irá acompanhar uma medida  que permita ingressar estrangeiros para capturar, extraditar e sancionar sem o consentimento daquele país.

 

A decisão que ativa o Tratado foi tomada por 16 países. Além do voto contrário uruguaio, ainda houve uma abstenção, de Trinidad e Tobago, e uma ausência, de Cuba.

 

Diversos países, inclusive Brasil, Chile, República Dominicana e México já se manifestaram contra uma possível intervenção armada na Venezuela.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique