Ministros vão à Câmara para responder sobre manchas de óleo e monitoramento de movimentos sociais

03:09 Política, Notícias 06/11/2019 - 22h27 Brasília Embed

Kariane Costa

Em audiência conjunta de três comissões na Câmara, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, negou que o governo tenha demorado a agir para tentar controlar o derramamento de petróleo nas praias da região nordeste.


As manchas de óleo atingiram mais de 314 localidades em nove estados da região.


A fala de Salles foi questionada pelo deputado João Campos, do PSB de Pernambuco.


Já em outra Comissão, o ministro do GSI, Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno, foi convocado pela oposição para prestar esclarecimentos sobre supostas ações de monitoramento a movimentos sociais na Amazônia.


Ao abrir a reunião, Augusto Heleno negou qualquer possibilidade de que sejam adotadas medidas extremas, como regimes ditatoriais no Brasil pelo atual governo.


Dia de reunião também da CPMI da Fake News. Deputados ouviram especialistas em sites de checagem de informação. Entre os convidados, Edgard Matsuki, representante do portal Boatos.org. O jornalista contou que desde a criação, o site já desmentiu mais de 4,5 mil notícias falsas, e explicou aos deputados a dinâmica para checar se uma notícia é verdadeira.


A CPI da Fake News investiga ataques cibernéticos, perfis falsos e a prática de cyberbullying.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique