Retrospectiva 2019: Relembre os fatos que marcaram fevereiro

02:56 Política, Notícias 21/12/2019 - 12h10 Brasília Embed

Leandro Martins

- Em fevereiro, brasileiros lamentaram o incêndio no Ninho do Urubu, centro de treinamento do Flamengo. O alojamento dos jogadores da categoria de base do Flamengo pegou fogo durante a noite.

 

- A tragédia, que vitimou 10 atletas, acendeu a luz de alerta sobre a infraestrutura e as condições dos centros de treinamento e alojamentos destinados aos atletas no país. No caso do Ninho do Urubu, as investigações apontam que o incêndio começou a partir do curto-circuito no sistema de ar-condicionado do alojamento.

 

- O presidente Jair Bolsonaro recebeu alta depois de 17 dias de internação, após cirurgia para retirada da bolsa de colostomia e a reconstrução do trânsito intestinal.

 

- Segundo o último boletim médico emitido, "ele recebeu alta com o quadro pulmonar normalizado, sem dor, afebril, com função intestinal restabelecida e dieta leve por via oral."

 

- A juíza federal Gabriela Hardt condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a 12 anos e 11 meses de prisão na ação penal sobre as reformas realizadas no Sítio Santa Bárbara, em Atibaia (SP). A sentença é a segunda proferida contra o ex-presidente, na Operação Lava Jato.

 

- O sítio foi alvo das investigações da Lava Jato, que apura a suspeita de que as obras de melhorias no local foram pagas por empreiteiras investigadas por corrupção, como a OAS e a Odebrecht.

 

- No cenário internacional, o Brasil enfrentou dificuldades para enviar ajuda humanitária à Venezuela. Por ordem do presidente do país vizinho, Nicolás Maduro, a fronteira com o Brasil ficou fechada por alguns dias.

 

- E fevereiro registrou mortes de pessoas muito conhecidas. O jornalista Ricardo Boechat, de 66 anos, morreu na queda de um helicóptero em um dos acessos da Rodovia Anhanguera, que liga a capital paulista ao interior.

 

-  No Rio de Janeiro, morreu o economista e ex-ministro do Planejamento João Paulo dos Reis Velloso, de 87 anos. Ele foi ministro do Planejamento dos governos Garrastazu Médici e Ernesto Geisel, permanecendo no cargo de 1969 a 1979, no apogeu do chamado "milagre brasileiro".

 

- Também faleceu nesse mês a atriz, cantora e diretora Bibi Ferreira, de 96 anos, vítima de infarto em sua casa, também no Rio de Janeiro.

 

- O cantor e compositor mineiro Luís Otávio Carvalho, conhecido como Tavito Carvalho, morreu na capital paulista, aos 71 anos. O músico fez parte do Clube da Esquina, na década de 1970. Ele ficou hospitalizado durante uma semana em São Paulo, para tratar um tumor na região da boca e da garganta.

 

 

Confira aqui a retrospectiva de todo o ano de 2019.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique