Boato nas redes sociais põe dúvida sobre vacinas

02:02 Saúde, Notícias 13/11/2019 - 09h15 Rio de Janeiro Embed

Maurício de Almeida

O estudante Fabiano vai viajar e resolveu colocar a carteira de vacinação em dia. Ele sabe que é importante se prevenir e não acredita em boatos sobre os riscos das vacinas.


Vacinar sem dúvida alguma é importante, mas nem todo mundo pensa como o Fabiano e ainda existem muitas dúvidas sobre o assunto. Tanto que uma pesquisa realizada pela sociedade brasileira de imunizações revelou que 67% dos entrevistados tinham, pelo menos, uma dúvida sobre o tema.

 

Os números mostram que apesar das campanhas de vacinação está acontecendo uma epidemia de desinformação: 31% das pessoas ainda consideram que a vacina não é necessária, 24% sentem medo dos efeitos colaterais, 18% acreditam que podem contrair a doença e 9% desistiram de se vacinar por causa de notícias publicadas em redes sociais.

 

A vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações, Isabella Ballalai diz que é preciso combater as notícias falsas porque a vacina pode ser a diferença entre a vida e a morte.


Quem tem a informação correta não deixa de ir ao posto para se vacinar. Este é o caso de Marina, que está grávida, e foi se prevenir da gripe.


Por causa da falta de informação cerca de 21 milhões de brasileiros deixam de receber vacinas que são fundamentais para a saúde e distribuídas gratuitamente pela rede pública de saúde.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique