Sessenta e duas pessoas morreram no DF pela dengue em 2019

02:01 Saúde, Notícias 20/01/2020 - 13h24 Brasília Embed

Renata Martins

Sessenta e duas pessoas morreram por causa da dengue no Distrito Federal, no ano passado. Em 2018, apenas dois casos evoluíram para óbitos.

 

Os dados estão no 1º Informativo Epidemiológico de 2020, divulgado pelo Governo do Distrito Federal.

 

O salto também ocorreu nos casos notificados de dengue: 53 mil casos no ano passado, 4 mil e 300 casos em 2018, uma variação de mais de 5 mil por cento.

 

A maioria dos registros são de residentes no Distrito Federal. Seis por cento são provenientes de outros estados.

 

Planaltina, Ceilândia e São Sebastião acumularam o maior número de casos da doença.

 

A maior incidência de dengue está no Varjão, mais de 6 mil casos por 100 mil habitantes. No Sudoeste/Octogonal, praticamente no Plano Piloto, o número de casos para cada 100 mil habitantes é de apenas 358.

 

O informativo também divulgou dados de outras doenças transmitidas pelo Aedes aegypti.

 

Foram confirmados 42 casos e uma morte por febre de chikungunya.

 

O ano passado também registrou 432 prováveis casos agudos da doença pelo vírus Zika.

 

Os dados deste informativo são provisórios e ainda podem ser alterados no sistema de notificação.

 

O informe da Secretária de Saúde informa que o aumento dos registros de casos graves observados em 2019 pode ser consequência de aspectos virológicos peculiares do período atual e também da falta de tratamento precoce dos casos com sinais de alarme.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique