MP de Roraima e governo local fazem para conter surto em penitenciária

01:56 Saúde, Notícias 14/02/2020 - 12h48 Brasília Embed

Maíra Heinen

Em Roraima, um acordo firmado entre o Ministério Público (MP) do Estado e a Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) prevê um plano de ação para evitar a contaminação de toda a população carcerária da Penitenciária Agrícola do Monte Cristo pelo surto de doenças de pele.

 

O acordo foi firmado na tarde dessa quinta-feira (13) e as ações de saúde serão executadas em duas etapas: a primeira, entre os dias 2 e 6 de março, e a segunda, entre 9 e 10 de março.

 

O objetivo é rastrear doenças infectocontagiosas de pele, realizar tratamento 'in loco' de doenças como escabiose e micoses, fornecer medicamentos prescritos pelos médicos, entre outras ações.

 

O plano também apresenta a quantidade de médicos envolvidos e os medicamentos que serão disponibilizados aos presos.

 

O acordo foi fechado três dias depois que o Ministério Público entrou com um mandado de segurança contra o secretário da Sesau para que tomasse medidas urgentes, a fim de conter um surto na penitenciária.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique