Rio investiga cinco casos de coronavírus; estado não tem nenhum confirmado

02:54 Saúde, Notícias 27/02/2020 - 17h46 Rio de Janeiro Embed

Lígia Souto

A Secretaria Estadual de Saúde confirmou que investiga cinco casos suspeitos do novo coronavírus no Rio de Janeiro. Foram identificados sintomas compatíveis com a doença em dois pacientes na capital, dois em Niterói - na região metropolitana, e um em Nova Iguaçu - na Baixada Fluminense.


De acordo com a Secretaria, os protocolos de atendimento, padronizados pelo Ministério da Saúde, estão sendo seguidos, assim como o plano de contingência, elaborado pelo estado com a participação de representantes dos 92 municípios fluminenses,  hospitais universitários, militares e privados.


As medidas adotadas são para limitar a transmissão, identificar, isolar e cuidar dos pacientes o mais rápido possível, e divulgar informações sobre riscos à população. O plano também prevê o combate à desinformação, com campanhas de esclarecimento e orientação.


Notícias falsas sobre a epidemia têm circulado nas redes sociais e preocupado especialistas. O médico Alberto Chebabo, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia, afirma que a maior parte das fakenews está relacionada à orientação para evitar o contágio, o que pode transmitir uma falsa sensação de proteção.

"A maior parte está relacionada à prevenção, mas é uma porção de coisa que não tem evidência científica, não tem eficácia, e vão dar uma falsa sensação de proteção".

Também o pesquisador da Fiocruz, Igor Sacramento, afirma que, para evitar fakenews, o melhor é buscar informações oficiais.

"O fundamental é que as pessoas busquem informações oficiais do Ministério da Saúde e de instituições como o da Fiocruz".

A Secretaria de Saúde ressaltou que o Rio de Janeiro não tem qualquer caso confirmado da doença, e que não há motivos para alarde. No entanto, reforça que os cuidados básicos de prevenção ao contágio devem ser mantidos.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique