agario unblocked agario - yohoho - agario - agario - slitherio

Também na Agência Brasil

Subscrever feed Também na Agência Brasil
A Agência Brasil é a agência de notícias da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), que distribui gratuitamente informações de interesse público. As notícias podem ser reproduzidas desde que citada a fonte.
Atualizado: 18 minutos 35 segundos atrás

Com domínio do interior, Catarinense define finalistas

qua, 05/08/2020 - 17:33

A partir das 19h (de Brasília) desta quarta-feira (5), Brusque e Juventus abrem a noite que define os finalistas do Campeonato Catarinense. Já às 21h30 (de Brasília), o Criciúma recebe a Chapecoense. É a primeira vez neste século que o torneio não tem um time da capital Florianópolis entre os quatro melhores.

A partida que inaugura a rodada será no estádio Augusto Bauer, em Brusque (SC). A equipe da casa tem a vantagem do empate, por ter vencido em Jaraguá do Sul (SC) por 3 a 2, e pode retornar a uma final estadual após 28 anos. Na ocasião (1992), o Quadricolor levantou a taça catarinense pela primeira e única vez.

        Ver essa foto no Instagram                  

DIA DE JOGO! 🇱🇹 O Brusque FC enfrenta o @gejuventus_oficial às 19h, no estádio Augusto Bauer, pela semifinal do Campeonato Catarinense! O jogo terá transmissão da TV NSports e você pode acompanhar a narração na @tvbruscao pelo YouTube. Fique em casa, poste sua foto com a camisa do Marreco e marque o quadricolor nas redes sociais! #VamosBrusque #EmBuscaDeMais #MaiorDoVale #Bruscão

Uma publicação compartilhada por Brusque Futebol Clube (@brusqueoficial) em 5 de Ago, 2020 às 3:16 PDT

Além de ter a melhor campanha entre os semifinalistas, o Brusque conta com os dois artilheiros do torneio, os atacantes Edu e Thiago Alagoano, com oito e seis gols, respectivamente. Foram eles que balançaram as redes na partida de ida, no último domingo (2). O técnico Jerson Testoni tem força máxima para o jogo.

O Juventus tenta ir além das campanhas de 1994 e 2006, quando terminou o Catarinense em terceiro lugar. Nas quartas de final, o Moleque Travesso também largou em desvantagem, ao perder em casa para o Figueirense, mas recuperou-se em Florianópolis com goleada (4 a 1) para chegar à semifinal.

        Ver essa foto no Instagram                  

HOJE VALE VAGA NA FINAL! Não vai faltar garra e determinação para voltar com o resultado de Brusque! Uma vitória simples nos dá a chance da decisão nos pênaltis. #OclubeQueMaisCresceEmSC #jaraguadosul

Uma publicação compartilhada por G.E Juventus (de 🏡) (@gejuventus_oficial) em 5 de Ago, 2020 às 3:43 PDT

O técnico Jorginho (ex-Bahia, Náutico e Portuguesa) tem problemas para escalar o Juventus, que precisa vencer por dois gols de diferença para se classificar, ou por um de saldo para forçar a disputa por pênaltis. São dois jogadores suspensos (o zagueiro Felipe Gregório e o atacante Fabinho) e dois contundidos (o meia Gustavo Poffo e o atacante Geovane Itinga).

O estádio Heriberto Hülse, casa do Criciúma, recebe o outro confronto da noite. O time carvoeiro tem de vencer por ao menos dois gols de saldo para chegar à decisão, já que a Chapecoense levou a melhor na partida de ida, na Arena Condá, por 1 a 0. Se ganhar por um gol de diferença, o Tigre leva o jogo para os pênaltis.

        Ver essa foto no Instagram                  

Como não se emocionar com o tamanho da paixão dessa TORCIDA? . Na noite de ontem, terça-feira, nossa torcida preparou o #Majestoso para o jogo de hoje. Olha que saudade que dá...💛🖤 . Em nome do Criciúma Esporte Clube, agradecemos a todos que participaram dessa ação, em especial, às torcidas @oficialtgj e @ostigres por sempre estarem juntos do maior de Santa Catarina.👊🐯 . Que o amor de nossa querida De Lurdes nos encham de alma, garra e coração em campo, porque nós somos #Carvoeiros sim senhor ⚒️ . . 📸 Cleiton Ramos

Uma publicação compartilhada por Criciúma Esporte Clube (@criciumaoficial) em 5 de Ago, 2020 às 5:41 PDT

O técnico carvoeiro, Roberto Cavalo, tem uma dúvida para a partida: o meia Carlos Cesar, que é o artilheiro da equipe no Estadual, com quatro gols. Ele desfalcou a equipe no último domingo (2) devido a uma lesão muscular e depende de aprovação médica para, pelo menos, ficar no banco de reservas.

Com 10 títulos catarinenses, o Criciúma não chega à final do Estadual desde 2013, quando foi campeão pela última vez. A Chapecoense, com sete conquistas, tenta alcançar a quinta decisão seguida. O Verdão ficou com a taça em 2016 e 2017, sendo vice nas duas últimas temporadas.

Na Chape, o único desfalque na comparação com a partida de ida é o lateral-esquerdo e capitão Alan Ruschel, que está suspenso. O técnico Umberto Louzer, por sua vez, terá a volta de Roberto, que ocupará a vaga. O atacante Anselmo Ramon também está à disposição e disputa lugar no ataque do Verdão com Aylon.

        Ver essa foto no Instagram                  

HOJE TEM CHAPE! 🏹⚽💚 ⠀ Hoje vamos lutar, até o último minuto de bola rolando, pela vaga na decisão. Mesmo de longe, apoie até o fim! Tiraremos força da sua torcida e da sua vibração. ⠀ JUNTOS PELA FLECHADA! ⠀ Criciúma vs Chapecoense . 21h30 . Heriberto Hülse ⠀ #VamosChape #OrgulhoDeSerChape

Uma publicação compartilhada por Chapecoense (@chapecoensereal) em 5 de Ago, 2020 às 5:26 PDT

A Federação Catarinense de Futebol (FCF) ainda não divulgou as datas e horários dos jogos da final. Dos semifinalistas, dois (Criciúma e Brusque) disputam a Série C e a Chapecoense está na Série B do Campeonato Brasileiro. As duas competições têm início neste fim de semana.

Caixa manterá calendário de saque do FGTS mesmo após fim da MP 946

qua, 05/08/2020 - 17:17

A Caixa Econômica Federal informou nesta quarta-feira (5) que manterá o calendário de saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), mesmo com a perda de validade da Medida Provisória 946, que permitiu o saque do benefício. 

A MP 946, que deveria ter sido votada até ontem (4), foi retirada de pauta, após pedido feito pelo líder do governo, Vitor Hugo (PSL-GO) e, com isso, perdeu a validade. Um novo projeto de lei será enviado ao Congresso Nacional nos próximos dias para regulamentar novamente o saque emergencial.  

"A Caixa, na qualidade de agente operador do FGTS, esclarece que, com base no princípio constitucional da segurança jurídica, mantem o cronograma do saque emergencial do FGTS até o fim do prazo de pagamento estabelecido pela MP 946/20, conforme anunciado anteriormente", informou a assessoria do banco público.

A decisão de não votar a MP 946 foi tomada pela base de apoio do governo no Legislativo depois do texto ter sido alterado pelo Senado, que ampliou a movimentação da totalidade dos recursos da conta vinculada ao FGTS pelo trabalhador que tenha pedido demissão ou sido demitido sem justa causa, entre outras flexibilizações. Com isso, pelos cálculos do Ministério da Economia, haveria um impacto adicional de R$ 120 bilhões no fundo, cujos recursos são a principal fonte de financiamento da casa própria no país. 

Até agora, a Caixa creditou o saque emergencial do FGTS para os trabalhadores nascidos de janeiro a junho. Ainda falta a liberação dos saques para quem nasceu entre julho e dezembro. Ao todo, o governo pretende injetar R$ 37,8 bilhões na economia, beneficiando cerca de 60 milhões de trabalhadores. Pelas regras originais da MP que perdeu a validade, o valor do saque é de até R$ 1.045, considerando a soma dos valores de todas contas ativas ou inativas com saldo no FGTS. Cada trabalhador tem direito a receber até um salário mínimo (R$ 1.045) de todas as contas ativas e inativas do fundo.

Confira o calendário de pagamento do saque emergencial do FGTS pela Caixa Econômica Federal:

Mês de nascimento Dia do crédito na conta poupança social digital data para saque em espécie janeiro 29 de junho 25 de julho fevereiro 06 de julho 08 de agosto março 13 de julho 22 de agosto abril 20 de julho 05 de setembro maio 27 de julho 19 de setembro junho 03 de agosto 03 de outubro julho 10 de agosto 17 de outubro agosto 24 de agosto 17 de outubro setembro 31 de agosto 31 de outubro outubro 08 de setembro 31 de outubro novembro 14 de setembro 14 de novembro dezembro 21 de setembro 14 de novembro

Geladeira e fogão podem ficar mais baratos com IPI menor, diz Guedes

qua, 05/08/2020 - 17:12

A proposta de reduzir a cobrança de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) sobre itens da linha branca barateará produtos como geladeira e fogão, disse hoje (5) o ministro da Economia, Paulo Guedes. Em audiência na Comissão Mista da Reforma Tributária, ele afirmou que a proposta beneficia a população de menor renda e pode ser bancada com um eventual tributo sobre pagamentos eletrônicos.

“Muitos preços vão até cair, quando nós abordamos nossa reforma [da equipe econômica] como um todo. Os senhores vão ver que [a reforma] envolve queda de IPI, sim. Para melhorar o poder aquisitivo das classes mais baixas. Então vai ter fogão caindo 10% de preço. De repente, geladeira caindo de preço também. Quer dizer, vamos derrubar alguns impostos importantes”, declarou Guedes.

Guedes não apresentou cálculos. A desoneração parcial do IPI para produtos da linha branca tem como objetivo reduzir a resistência do Congresso Nacional ao novo tributo sobre transações eletrônicas. O ministro negou que o novo tributo, que consta do texto entregue pelo governo e que será apensado às propostas de emenda à Constituição que tramitam na comissão mista, represente a recriação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF).

Até agora, o governo enviou ao Congresso apenas a fusão do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) na Contribuição Social sobre Operações com Bens e Serviços (CBS), com alíquota única de 12%. A parcela da reforma referente ao Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) deve ser enviada ao Congresso até o fim do mês.

Imposto seletivo

Há duas semanas, o secretário da Receita Federal, José Barroso Tostes Neto, informou que a equipe econômica pretendia transformar o IPI num imposto seletivo, que incidiria apenas sobre produtos que gerassem consequências negativas sobre a saúde pública, como cigarros, bebidas e alimentos à base de açúcar. Os demais produtos teriam a alíquota reduzida ou passariam a ser isentos.

Outras etapas da reforma tributária preveem a mudança no Imposto de Renda das pessoas físicas e das empresas, com o retorno da cobrança sobre dividendos (extinta desde 1995), a diminuição dos encargos sobre a folha de pagamento das empresas e a criação de um imposto sobre transações eletrônicas.

Simplificação

Guedes reiterou que a equipe econômica não pretende elevar a carga tributária, atualmente em torno de 33% do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e dos serviços produzidos). Segundo o ministro, o governo quer simplificar o sistema tributário, unificando até 20 impostos em apenas um.

Na audiência de hoje, Guedes disse que a ampliação de programas sociais pode compensar diversas medidas da reforma tributária, como o fim da isenção de PIS/Cofins sobre livros e o eventual imposto sobre pagamentos eletrônicos.

Covid-19: final é suspensa em MG após 13 infectados no Uberlândia

qua, 05/08/2020 - 16:59

A final do Troféu Independência que seria na noite de hoje (5) foi cancelada. A partida entre Cruzeiro e Uberlândia, no Estádio Mineirão, em Belo Horizonte, foi suspensa após 13 integrantes do Uberlândia, entre jogadores e comissão técnica, testarem positivo para o novo coronavírus (covid-19). De acordo com a Federação Mineira de Futebol (FMF) os atletas infectados estavam assintomáticos, mas não houve tempo hábil para contraprovas e a solução encontrada foi o cancelamento da partida. 

Solidário à situação do Uberlândia, o Cruzeiro formalizou junto à FMF a intenção de abrir mão da disputa final do Troféu Inconfidência, e sugeriu à entidade que o clube do Triângulo Mineiro fosse declarado campeão. Pelo Twitter a Raposa homenageou o novo campeão.

Cruzeiro Esporte Clube parabeniza o Uberlândia pela conquista do Troféu Inconfidência.

Confira: https://t.co/cg0p6OYiij pic.twitter.com/87HiyWkUX9

— Cruzeiro Esporte Clube (de 😷) (@Cruzeiro) August 5, 2020

 

O mini-torneio do Troféu Inconfidência reúne as equipes posicionadas do 5º ao 8º lugares no campeonato mineiro. Por meio de nota oficial, a FMF esclareceu que as semifinais do campeonato mineiro seguem mantidas, pois as equipes envolvidas - Atlético-MG, América-MG, Tombense, Caldense - apresentaram 100% dos exames RT-PCR negativos. 

Em vídeo, no Instagram, o presidente do Uberlândia, Flavio Gomide, lembrou que os jogadores e membros da comissão técnica encontram-se isolados e sob a orientação do departamento médico do clube. O dirigente chegou a cogitar inclusive a convocação de outros atletas para disputar a final, mas a ideia não prosperou. 

SP tem projeto piloto para que bares possam colocar mesas nas calçadas

qua, 05/08/2020 - 16:59

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, disse hoje (5) que vai iniciar um projeto piloto na capital paulista para que bares e restaurantes possam colocar mesas nas calçadas. Os testes serão feitos nas ruas Major Sertório, Bento Freitas, José Paulo Mantovan Freire e General Jardim, localizadas na região da República, no centro da cidade. O decreto será publicado amanhã (6) no Diário Oficial do Estado.

As mesas que ficarem nas ruas poderão comportar, no máximo, quatro pessoas, e deverão estar identificadas com os nomes do restaurante responsável. Elas também deverão estar distantes uma da outra e respeitar a largura mínima de 1,20 metro de faixa livre para circulação de pedestres. Será proibido o atendimento de pessoas que estejam em pé. Os parklets, espaços públicos de convivência situados em local antes destinado ao estacionamento de veículos e em esquinas, poderão ser utilizados para o atendimento.  

O projeto será avaliado por quatro semanas após sua implementação. Caso dê certo, a ideia poderá ser levada para outras regiões da cidade. “Eles (comerciantes) estão sabendo do risco que eles correm de fazer um investimento e eventualmente, daqui a alguns dias, a Vigilância Sanitária entender que não deu certo e é preciso retroceder. Da mesma forma que se der certo nós vamos poder ampliar esse tipo e esse exemplo em toda cidade de São Paulo”, disse o prefeito, em coletiva à imprensa.

Segundo a administração municipal, o objetivo da proposta é fomentar as medidas de distanciamento social e criar alternativas para geração de renda a esses estabelecimentos.  A ideia é tentar contornar a limitação de público imposta pela quarentena a esses estabelecimentos. Como a capital está na Fase 3 – Amarela do Plano São Paulo, os bares e restaurantes podem abrir com limitação de 40% de sua capacidade. Estes estabelecimentos também têm limite de tempo de funcionamento, no máximo seis horas.

O projeto-piloto é inspirado na ocupação de espaços externos de outras capitais do mundo, tais como Paris e Nova York.

De acordo com Bruno Covas, não haverá investimento público no projeto.

Santos anuncia demissão do português Jesualdo Ferreira

qua, 05/08/2020 - 16:58

O Santos anunciou na tarde desta quarta (5) a demissão do técnico português Jesualdo Ferreira do comando de sua equipe de futebol profissional.

A direção do Santos Futebol Clube comunica que Jesualdo Ferreira não é mais treinador da equipe profissional. O clube agradece o extremo profissionalismo do técnico durante o tempo em que esteve no comando do Peixe e deseja sorte na continuidade de sua carreira. pic.twitter.com/1TqN5KhLpI

— Santos Futebol Clube (de 🏡) (@SantosFC) August 5, 2020

“A direção do Santos Futebol Clube comunica que Jesualdo Ferreira não é mais treinador da equipe profissional. O clube agradece o extremo profissionalismo do técnico durante o tempo em que esteve no comando do Peixe e deseja sorte na continuidade de sua carreira”, diz a nota divulgada pela equipe paulista.

A demissão do treinador de 74 anos acontece após a eliminação do Santos do Campeonato Paulista, ainda nas quartas de final da competição, quando foi superado pela Ponte Preta.

Desde o retorno das competições, após a paralisação causada pela pandemia do novo coronavírus (covid-19), a equipe da Vila Belmiro não venceu. Foram duas derrotas (Novo Horizontino e Ponte Preta) e um empate (Santo André), todos pelo Paulista.

Agora, o Santos corre para buscar um substituto para o português, pois tem estreia marcada no Campeonato Brasileiro já no próximo domingo (9) a partir das 16h (horário de Brasília).

 

 

Coritiba e Athletico decidem Estadual no Couto Pereira

qua, 05/08/2020 - 16:41

Nesta quarta-feira (05), a partir das 20h (horário de Brasília), Coritiba e Athletico fazem o clássico decisivo do Campeonato Paranaense de 2020, no estádio Couto Pereira.

Após vencer a partida de ida por 1 a 0, o Furacão joga pelo empate nesta quarta. Já o Coritiba terá que vencer por um gol de diferença para levar a decisão para os pênaltis. No caso de terminar os 90 minutos com uma vantagem de pelo menos dois gols, o Coxa leva a taça pra casa.

Esta é a 19ª oportunidade na qual Coritiba e Athletico decidem o estadual. Nas 18 finais anteriores, cada clube triunfou nove vezes. No geral, o Coxa busca seu 39° título do Campeonato Paranaense. Já o Athletico quer o 26° caneco estadual e o tricampeonato consecutivo. No histórico do confronto independente de competição, o Coritiba leva vantagem. Ele tem 147 vitórias contra 120 derrotas. Os times já empataram 114 vezes.

Em relação à equipe, o técnico Eduardo Barroca, do Coritiba, deve repetir o time da primeira final: Alex Muralha; Patrick Vieira, Rhodolfo, Sabino e William Matheus; Nathan Silva, Matheus Galdezani e Gabriel; Rafinha, Robson e Igor Jesus.

Hoje é #DiaDeCoxa!🇳🇬 Hoje é dia de decisão no Alto da Glória! 🏟 A bola vai rolar a partir das 20h para a grande final do Campeonato Paranaense 2020.
Acompanhe a partida pelo @DAZN_BRAhttps://t.co/iLzFJEYP8E pic.twitter.com/DbEPqJMHQw

— Coritiba (@Coritiba) August 5, 2020

Do lado do Furacão, a dúvida é o atacante Guilherme Bissoli. Depois de sofrer um edema na coxa esquerda, ele foi substituído no primeiro jogo. Mas deve participar da partida de logo mais. Assim, a equipe do técnico Dorival Júnior deve formar com: Santos; Adriano, Thiago Heleno, Lucas Halter e Abner; Wellington, Léo Cittadini e Marquinhos Gabriel; Nikão, Carlos Eduardo e Bissoli (Vitinho).

Hoje vale taça! 🏆
VAMOS!!! 💪⚫️🔴#SempreMaisFuracão #Paranaense2020 pic.twitter.com/YbVZgzpOPy

— Athletico Paranaense (@AthleticoPR) August 5, 2020

Latam vai demitir 2,7 mil tripulantes

qua, 05/08/2020 - 16:31

A Latam anunciou que vai demitir ao menos 2,7 mil tripulantes devido à crise causada pela pandemia de coronavírus. A empresa propôs redução permanente dos salários dos funcionários, o que não foi aceito pelos trabalhadores nas assembleias conduzidas pelo Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA).

“As circunstâncias excepcionais causadas pela pandemia resultaram em um colapso na demanda global que não apenas levou a aviação a praticamente uma paralisação, mas também mudou o setor para o futuro próximo”, justificou a empresa em nota sobre as dispensas.

A empresa disse ainda que já tinha, em outras ocasiões, tentado fazer as reduções de salário para manter a sustentabilidade financeira. “Das três empresas que atuam no Brasil e remunera mais os tripulantes tanto em voos domésticos quanto em internacionais, por isso, a empresa tem a necessidade de equiparar-se às práticas do setor”, acrescenta a nota da empresa.

Negociação

O presidente do SNA, Ondino Dutra Cavalheiro, disse que a categoria poderia aceitar uma redução temporária, como os acordos que foram feitos com outras empresas do setor aéreo. “Embora a categoria não esteja disposta a fazer uma negociação de redução permanente de salário, a categoria e o sindicato têm disposição, sim, de continuar negociando uma redução de salário e jornada temporária para preservação dos empregos”, enfatizou em transmissão para comentar o anúncio das demissões.

Segundo Cavalheiro, a empresa informou que serão demitidos 315 comandantes, 349 copilotos e 2.058 comissários de voo. Ainda de acordo com sindicalista, houve a adesão de 139 comissários, 33 comandantes e 7 copilotos ao programa de demissão voluntária proposto pela empresa entre 31 de julho e 4 de agosto.

O diretor de relações internacionais do sindicato, Marcelo Ceriotti, expressou uma “tristeza muito grande” pelo desfecho das negociações. “É, talvez, o pior momento na história da aviação para um tripulante ficar desempregado”, ressaltou ao se dirigir à categoria.

Recuperação judicial

O Grupo Latam passa, desde maio, por um processo de recuperação judicial nos Estados Unidos. No início de julho, a filial brasileira também ingressou com o pedido de reorganização financeira com base na lei de falências norte-americana, assim como as afiliadas no Chile, Peru e Equador.

O grupo já conseguiu um financiamento de US$ 900 milhões para ajuda a reorganização financeira da companhia. No Brasil, estão sendo feitas negociações para um financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). “Com isso, a LATAM está se reestruturando para emergir como um grupo de companhias aéreas mais ágil, resiliente e sustentável”, afirma a nota da empresa.

Santa Cruz e Salgueiro decidem quem será o campeão pernambucano

qua, 05/08/2020 - 16:02

Santa Cruz e Salgueiro entram em campo nesta quarta-feira (5) para decidir quem será o campeão pernambucano de 2020. O duelo será no no Estádio do Arruda, no Recife, a partir das às 21h30min (horário de Brasília),. Na primeira partida, as equipes empataram em 1 a 1, no Estádio Cornélio de Barros, no município de Salgueiro. Nenhum time tem vantagem, quem vencer, levanta a taça. Qualquer empate leva a decisão para os pênaltis.

A “finalíssima” tem tudo para ser histórica. Em caso de conquista do Santa Cruz, o tricolor será campeão invicto do Pernambucano pela segunda vez. Se o Salgueiro vencer,  será a primeira vez que um time de fora do Recife levantará a taça.

A equipe coral tem o artilheiro do campeonato - Pipico, com seis gols marcados -, e é dona da melhor campanha da primeira fase. São 11 jogos, contando a semifinal com o Náutico e o primeiro jogo da final, oito vitórias e três empates. 17 gols marcados e apenas 4 sofridos.  O técnico Itamar Schülle deve escalar Maycon, Toty, William Alves, Danny Morais e Fabiano; André, Paulinho e Didira; Victor Rangel, Derlis Alegre e Pipico.

O Salgueiro foi o segundo colocado na primeira fase, com cinco vitórias, um empate e três derrotas. Na semifinal, o Carcará derrotou o Afogados por 3 a 0, no Cornélio de Barros. O técnico Daniel Neri não tem desfalques para a partida desta noite e deve entrar em campo com Tanaka, Sinho, Ranieri, Arthur e Daniel Nazaré; Bruno Sena, William Daltro e Renato Henrique; Ciel, Tarcísio e Muller Fernandes.

Polícia prende sexto suspeito de ataque a banco em Botucatu

qua, 05/08/2020 - 16:02

A Polícia Civil de São Paulo prendeu hoje (5) o sexto suspeito de ter participado, na noite do último dia 29, de ataques a agências bancárias na cidade de Botucatu, no interior paulista. Ele foi detido no bairro de Sapopemba, zona Leste da capital paulista. Cinco pessoas suspeitas já haviam sido presas na região onde o crime ocorreu.

Segundo a polícia, o suspeito foi identificado a partir da análise de materiais apreendidos com as primeiras pessoas capturadas. Nas buscas em sua casa, foram localizados R$ 21 mil e algumas notas apresentavam sinais de chamuscamento. No celular do acusado, foi encontrado um mapa do deslocamento até Botucatu. O dinheiro e o aparelho estão sendo periciados.

No último domingo, a polícia prendeu em flagrante quatro mulheres e um homem, suspeitos de prestarem apoio médico aos autores do roubo. Eles foram capturados na Rodovia Presidente Castelo Branco, em Itatinga (SP), e indiciados por associação criminosa. 

Na noite do último dia 29, criminosos atacaram e explodiram uma agência bancária em Botucatu. Os bandidos agiram coordenadamente para atacar três agências na região central da cidade. Em outras duas agências foram encontrados explosivos não detonados. O ataque começou por volta das 23h30 e se estendeu por três horas.

Guedes sugere doação de livros a pobres em vez de isenção a editoras

qua, 05/08/2020 - 15:55

A ampliação de programas sociais que doem livros a pessoas mais pobres pode substituir a isenção a editoras, defendeu hoje (5) o ministro da Economia, Paulo Guedes, em audiência na Comissão Mista da Reforma Tributária. O ministro disse que a doação direta de livros é mais eficiente que a concessão de benefícios fiscais a editoras.

“Vamos dar o livro de graça para o mais frágil, para o mais pobre. Eu também, quando compro meu livro, preciso pagar meu imposto. Então, uma coisa é você focalizar a ajuda. A outra coisa é você, a título de ajudar os mais pobres, na verdade, isentar gente que pode pagar”, disse o ministro ao responder o deputado Marcelo Freixo (PSOL-RJ).

Guedes não explicou se o governo estuda estímulos para a doação direta de livros. Desde 2004, uma lei isenta as empresas envolvidas na produção de livros do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins). Pela proposta de reforma tributária da equipe econômica, o benefício seria extinto para dar lugar à Contribuição sobre Bens e Serviços (CBS), com alíquota de 12%.

Ao defender a ampliação dos programas de transferência de renda, Guedes ressaltou que as camadas de menor renda estão mais preocupadas em comprar comida do que comprar livros. Segundo ele, isso está demonstrado com o interesse no auxílio emergencial durante a pandemia.

“Ele [o deputado Marcelo Freixo] está preocupado naturalmente com as classes mais baixas. Estas, se nós aumentarmos o Bolsa Família, atenderemos também. Agora, eu acredito que eles, num primeiro momento, quando fizeram o auxílio emergencial, estavam mais preocupados em sobreviver do que em frequentar as livrarias que nós frequentamos”, declarou Guedes.

A proposta da equipe econômica provocou críticas de entidades do setor de livros, como a Câmara Brasileira do Livro e o Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL), que lançaram um manifesto em defesa da isenção para as editoras. Segundo as entidades, a elevação do preço dos livros decorrente da alíquota de 12% não resolverá os problemas tributários do país.

Transações eletrônicas

Guedes disse que o debate sobre a recriação de um tributo sobre transações eletrônicas não pode ser “interditado”. Segundo ele, não pode haver um “absolutismo”, nem da equipe econômica, nem dos parlamentares e de quaisquer outros atores políticos. 

“Ninguém tem o direito de interditar o debate. Nem o ministro pode querer impor um imposto que a sociedade não queira, nem o relator, o presidente da Câmara, o presidente do Senado, o presidente da República, pode impedir o debate sobre qualquer imposto”, afirmou.

Para o ministro, o eventual tributo sobre transações eletrônicas não é regressivo (prejudica os mais pobres e beneficia os mais ricos). Segundo ele, as camadas de menor renda consomem mais bens, enquanto as parcelas mais ricas consomem mais serviços eletrônicos. Guedes disse que um aumento de R$ 10 no Bolsa Família é mais que suficiente para compensar o impacto do novo tributo sobre os mais pobres.

“Se pegar um pobre, que ganha R$ 200 hoje de Bolsa Família, e falar de um imposto de 0,2%, são R$ 0,40. Não dá para o rico se esconder atrás do pobre dizendo que esse imposto é regressivo se você fizer um aumento no Bolsa Família. Mas tem muito rico escondido atrás do pobre. O rico é quem mais faz transação, mais consome serviço digital, serviço de saúde, de educação, lancha, barco, caviar, e está isento, e se esconde atrás do pobre”, disse.

Brasil tem 147,9 milhões de eleitores aptos a votar em novembro

qua, 05/08/2020 - 15:48

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso apresentou nesta quarta-feira (5), em entrevista coletiva virtual, os dados oficiais e estatísticas do eleitorado brasileiro que vai escolher prefeitos e vereadores nas eleições municipais deste ano. Estão aptas a votar em novembro mais de 147,9 milhões de pessoas.

Os números não levam em conta os eleitores do Distrito Federal e de Fernando de Noronha, onde não há eleições municipais, e os brasileiros residentes no exterior, que só votam nas eleições gerais. No total, o Brasil tem 150,5 milhões de eleitores. É a quarta democracia do mundo, atrás apenas da Índia, dos Estados Unidos e da Indonésia, destaca Barroso.

O prazo para o cadastramento eleitoral e regularização do título de eleitor terminou em 6 de maio. Quem está em situação irregular não poderá votar.

Os números mostram que houve evolução de 2,66% do eleitorado em relação às últimas eleições municipais (2016), quando 144 milhões de pessoas estavam aptas a votar. O maior crescimento do eleitorado foi no Amazonas, com aumento de 7,88%, e no Tocantins, que teve pequena redução (0,17%) no número de votantes.

São Paulo, cidade com a maior população do país, representa o município com maior eleitorado, com 8,9 milhões de pessoas. Já o município com o menor eleitorado é Araguainha, em Mato Grosso, com 1.001 eleitores. Também fica em Mato Grosso o município de Boa Esperança do Norte, que realizará eleições para escolher prefeito e vereadores pela primeira vez.

Gênero e pessoas com deficiência

A maioria do eleitorado é formada por mulheres, que representam 52,49% do total, somando 77,6 milhões. Os homens somam 70,2 milhões de eleitores, sendo 47,48% do total. De acordo com o ministro Barroso, esses dados justificam e legitimam as ações adotadas tanto pelo Congresso Nacional quanto pelo TSE e pelo Supremo Tribunal Federal de reserva de vagas e de orçamento para candidaturas femininas.

Desde 2018, a Justiça Eleitoral passou a permitir o uso do nome social no título de eleitor e, nestas eleições, 9.985 pessoas usarão esse direito no documento.

Entre os eleitores com algum grau de deficiência, houve aumento de 93,58% no alistamento para participar do pleito. Enquanto em 2016 os eleitores com deficiência eram 598, 3 mil, neste ano, 1,1 milhão declararam necessitar de algum tipo de atendimento especial. A avaliação de Barroso é que não houve aumento de pessoas com deficiência, mas sim um maior o número de pessoas que se autodeclararam com essa característica.

Grau de instrução e faixa etária

De acordo com o presidente do TSE, os dados sobre faixa etária comprovam um certo envelhecimento da população brasileira. E, em relação ao grau de instrução, mostram os problemas quando identificam uma grande número de pessoas com ensino fundamental e médio incompletos e um número insuficiente de pessoas com ensino superior. “É um quadro que fornece uma boa fotografia da educação no Brasil e um bom ponto de partida para muitas reflexões das dificuldades em matéria de educação”, disse.

No Brasil, o voto é obrigatório para pessoas entre 18 e 69 anos e facultativo a partir dos 16 anos e acima dos 70 anos. Existem 133,3 milhões de eleitores com voto obrigatório e outros 14,4 milhões cujo voto é facultativo. Entre os eleitores com voto obrigatório, a maior parte está na faixa etária de 35 a 59 anos, sendo 67 milhões no total. Já os eleitores jovens, na faixa etária de 18 a 24 anos, somam 19 milhões de cidadãos.

Entre o eleitorado com voto facultativo, existem 65, 5 mil idosos com mais de 100 anos que estão com as obrigações eleitorais em dia e poderão ir às urnas em novembro.

Sobre o grau de instrução, as estatísticas do TSE mostram que 6,5 milhões de eleitores são analfabetos; 11,5 milhões apenas leem e escrevem; 35,7 milhões têm o ensino fundamental incompleto; 9,8 milhões, o fundamental completo; 22,9 milhões, ensino médio incompleto; 37,6 milhões, o médio completo; 7,7 milhões, ensino superior incompleto; e 15,8 milhões não completaram a graduação.

Os dados completos do eleitorado e comparativos com outras eleições estarão disponíveis na página de estatísticas do TSE a partir de sexta-feira (7).

Neste ano, a expectativa do TSE é que 700 mil candidatos concorram aos cargos nas câmaras e prefeituras municipais.

A campanha eleitoral tem início em 26 de setembro e a propagando no rádio e na televisão, em 9 de outubro.

Portaria coloca Eletronorte como executora do Programa Mais Luz

qua, 05/08/2020 - 15:42

Foi assinada hoje (5) a portaria que designa a Eletronorte como agente executor do Programa Mais Luz para a Amazônia no Amapá. Com isso, é estimado que pelo menos 70 mil famílias – ou 300 mil pessoas – que vivem nas áreas remotas da região tenham acesso a um serviço público de energia elétrica limpa e renovável.

A cerimônia contou com a participação do presidente Jair Bolsonaro, além do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e do presidente da Eletronorte, Roberto Parucker. Eleito pelo Amapá, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre disse que a participação de Bolsonaro na cerimônia de assinatura da portaria representa um prestígio a ele e a seu estado.

“A sua presença aqui é sinal de respeito e de prestígio a esse parlamentar e a congressistas que têm se dedicado, de fato, a diminuir desigualdades e a pacificar o Brasil”, disse o senador, ao ressaltar que há, no estado, populações que vivem em total isolamento, sem acesso a energia. “Sei que essa energia e esse modelo renovável e limpo é aguardado há muitos anos na região”, acrescentou.

De acordo com o presidente do Senado, a energia disponibilizada pela Eletronorte chegará na agricultura familiar, que poderá usar a energia para bombear água e irrigar suas plantações; e, também, nos assentados da reforma agrária “que foram colocados nos rincões do Brasil, sem nenhuma condição de existir”.

“Eles terão a energia que é básica para o processo de desenvolvimento. É uma oportunidade para desligarem o gerador que queima óleo diesel e usar energia solar limpa”, complementou.

O Mais Luz para a Amazônia foi lançado em fevereiro com o objetivo de promover o desenvolvimento social e econômico de comunidades da região – em especial, ribeirinhos, indígenas, quilombolas e demais comunidades que vivem essencialmente da pesca, da produção de farinha e da extração de castanhas e frutas oriundas da Floresta Amazônica.

O programa pretende atender populações dos demais estados que compõem a Amazônia Legal: Acre, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Tocantins e Maranhão, além do Amapá.

Segundo o Ministério de Minas e Energia, a tecnologia utilizada será de painéis fotovoltaicos, que geram energia elétrica a partir de fonte renovável, podendo ser instalados em comunidades que não tem acesso às redes de distribuição convencionais.

Procon-SP notifica Albert Einstein por erro em testes de covid-19

qua, 05/08/2020 - 15:38

A Fundação Procon de São Paulo informou nesta quarta-feira (5) que, na terça-feira (4), notificou o Hospital Albert Einstein sobre resultados de testes de PCR para o novo coronavírus (covid-19) realizados em jogadores e membros da comissão técnica do Red Bull Bragantino, no último dia 27 de julho. Erroneamente, 23 dos exames deram positivo.

O resultado correto, com 100% dos casos negativos, só foi confirmado após dois dias,  e poucas horas antes do jogo contra o Corinthians, pelas quartas de final do Campeonato Paulista. No intervalo entre os exames, o time de Bragança Paulista (SP) chegou a levar os jogadores a outros dois laboratórios para realizarem novos testes. Todos testaram negativo.

Ouça na Rádio Nacional

Segundo o hospital, em nota assinada em conjunto com Federação Paulista de Futebol (FPF) e o próprio Bragantino, foram identificados dois lotes de reagentes importados (primers) com instabilidade de funcionamento, "provavelmente os responsáveis pela divergência". Ainda de acordo com o comunicado, "a fabricante, uma empresa internacional, foi imediatamente notificada sobre a ocorrência e os lotes com desempenho atípico foram retirados da rotina de exames do laboratório".

O texto ainda informa que o hospital reprocessou os lotes de testes feitos com os primers, identificando "44 divergências adicionais" e comunicando o resultado aos pacientes. Por fim, a nota diz que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) foi comunicada da ocorrência.

À Agência Brasil, a assessoria de imprensa do hospital confirmou o recebimento da notificação e disse que responderá à fundação "no prazo previsto". O Procon aguarda uma posição em até 72 horas e questiona:

- qual a empresa responsável pela elaboração e aplicação dos referidos testes;

- o motivo que levou ao diagnóstico equivocado;

- se há probabilidade de ocorrerem novos erros em diagnósticos decorrentes destes testes;

- os tipos de testes para detecção de coronavírus disponíveis no hospital;

- se, além do registro na Anvisa, os testes foram avaliados no Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS) ou entidade equiparada;

- se os testes foram submetidos a algum outro mecanismo de controle de segurança, qualidade e eficácia;

- os critérios utilizados para a seleção e escolha dos testes que serão ofertados em detrimento de outros;

- a origem dos reagentes utilizados para os testes;

- as medidas adotadas pelo hospital diante da divergência encontrada;

- quantos pacientes efetuaram testes com a utilização do reagente que apresentou divergência;

- as providências tomadas quanto aos usuários dos reagentes que podem ter recebido resultados incorretos;

- se, além dos problemas com os reagentes utilizados, outros fatores podem causar divergências nos resultados.

O Einstein é quem tem conduzido os testes da covid-19 dos participantes do Campeonato Paulista desde a retomada da competição. A FPF anunciou que antes do segundo jogo da final do Estadual, entre Palmeiras e Corinthians, no sábado (8), às 16h30 (de Brasília), atletas e comissões técnicas de ambas as equipes realizarão novos exames no hospital.

Prêmio ANA 2020 tem inscrições prorrogadas até 15 de agosto

qua, 05/08/2020 - 15:19

Realizado anualmente pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA), o Prêmio ANA 2020 teve as inscrições prorrogadas até o dia 15 de agosto. A extensão do prazo foi publicada hoje (5) no Diário Oficial.

O prêmio avalia iniciativas que contribuem para a segurança hídrica, gestão racional de recursos e soluções sustentáveis para o Brasil. São 8 categorias: Governo, Empresas de Micro ou de Pequeno Porte, Empresas de Médio ou de Grande Porte, Educação; Pesquisa e Inovação Tecnológica, Organizações Civis, Comunicação e Entes do Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos (SINGREH).

O Prêmio ANA 2020 também avalia reportagens que foram veiculadas a partir de 1º de julho de 2017 sobre o tema. Produtos jornalísticos de rádio, televisão, internet e impressos poderão disputar o troféu.

Estudantes, professores, entidades de educação e ensino não formais, como museus, centros culturais, bibliotecas, jardins e planetários também podem participar em uma nova categoria, reorganizada em 2020, para apresentar esses projetos: a categoria Educação.

Outra novidade foi a inclusão da categoria Entes do Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos, adicionada para valorizar as ações de órgãos gestores de recursos hídricos, conselhos de recursos hídricos, comitês de bacias hidrográficas, agências de água e entidades delegatárias das funções de agências de água.

Avaliação

A Comissão Julgadora selecionará três iniciativas finalistas e a vencedora de cada uma das oito categorias com base nos seguintes critérios de avaliação: efetividade, inovação, impacto social e ambiental, potencial de difusão, sustentabilidade e adesão social. Para a categoria Comunicação, o critério de sustentabilidade não será aplicado.

Os vencedores serão conhecidos em data e local a serem definidos. Para recebimento do Prêmio ANA 2020, o participante deverá comprovar estar regularizado junto ao poder concedente, quando couber, no caso de regiões que tenham o sistema de regulação dos usos de recursos hídricos esteja implantado.

Inscrições

As inscrições devem ser realizadas apenas por meio virtual e não serão aceitos materiais em meio físico, já que a Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico adota uma política de papel zero.

Cada participante pode inscrever mais de uma iniciativa. Além disso, poderão ser apresentados trabalhos indicados por terceiros, desde que acompanhados de declaração assinada pelo indicado, concordando com a indicação e com o regulamento da premiação. As inscrições podem ser feitas pelo site da premiação.

Mais cinco centros no Brasil iniciam testes com vacina chinesa

qua, 05/08/2020 - 15:17

Mais cinco centros de pesquisa do país vão dar início ainda esta semana a testes com a vacina chinesa CoronaVac, da farmacêutica Sinovac, desenvolvida em parceria com o Instituto Butantan.

Hoje (5), as vacinas começaram a ser aplicadas em profissionais da saúde na Universidade de Brasília (UnB) e, amanhã (6), no Hospital das Clínicas na Unicamp, em Campinas (SP). Na sexta-feira (7), os testes serão no Hospital das Clínicas da Universidade Federal do Paraná, em Curitiba; e na Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (SP). No sábado (8), será vez do Hospital São Lucas, da PUC do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre.

Até o momento, já há cinco centros de pesquisa em operação para os testes. O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP) foi o primeiro a aplicar a CoronaVac, no dia 21 de julho. Na quinta-feira (30) e na sexta-feira (31), os testes começaram no Instituto de Infectologia Emílio Ribas; na Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP-USP); na Universidade Municipal de São Caetano do Sul; e no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Fármacos da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais).

Ao todo, 12 núcleos científicos foram selecionados para a realização da terceira e última fase de ensaios clínicos do imunizante. O cronograma para início da aplicação das vacinas nos dois últimos centros - o Hospital Israelita Albert Einstein, na capital paulista, e o Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, no Rio de Janeiro – deverão ser  anunciados em breve.

Os testes com a CoronaVac serão realizados em nove mil voluntários. Apenas profissionais da saúde que ainda não tiveram a doença e que atuam com pacientes com a covid-19 poderão participar dos testes. Para atender aos critérios, esses profissionais da saúde não poderão ter outras doenças e nem estarem em fase de testes para outras vacinas. As voluntárias mulheres também não poderão estar grávidas.

A vacina é aplicada em duas doses, com intervalo de 14 dias. Caso seja comprovado o sucesso da vacina, ela começará a ser produzida pelo Instituto Butantan.

Vacina

A CoronaVac é uma das vacinas contra o novo coronavírus (covid-19) em fase mais adiantada de testes. Ela já está na terceira etapa, chamada clínica, de testagem em humanos. O laboratório chinês já realizou testes do produto em cerca de mil voluntários na China, nas fases 1 e 2. Antes, o modelo experimental aplicado em macacos apresentou resultados expressivos em termos de resposta imune contra as proteínas do vírus.

A vacina é inativada, ou seja, contém apenas fragmentos do vírus inativos. Com a aplicação da dose, o sistema imunológico passaria a produzir anticorpos contra o agente causador da covid-19. No teste, metade das pessoas receberão a vacina e metade receberá placebo, substância inócua. Os voluntários não saberão que vacina receberão.

América e Atlético duelam por vaga na final do Campeonato Mineiro

qua, 05/08/2020 - 15:14

Qual vai ser o time da capital que vai lutar pelo título do Campeonato Mineiro? América e Atlético se enfrentam nesta quarta-feira (5), às 21h30 (horário de Brasília), no Independência, em Belo Horizonte, para definir quem terá a chance de levantar o caneco.

Apesar de ter feito melhor campanha na primeira fase, o Coelho perdeu a vantagem que tinha de dois empates. No confronto de ida, o Galo venceu por 2 a 1 e se garante na final se não levar gol. Por outro lado, uma vitória simples do América, ou seja, por uma diferença de apenas um gol, classifica o time da casa.

Além de ter perdido a vantagem de dois empates, o América também sofreu a primeira derrota na temporada de 2020. Apesar disso, a confiança do Coelho está alta, como disse o lateral-direito Leandro Silva.

“A vantagem é deles, mas com o gol que fizemos, estamos mais vivos do que nunca no campeonato. Uma vitória simples nossa nos classifica. Vamos entrar muito fortes e confiantes para trazer essa classificação”.

Ouça na Rádio Nacional

Recuperado de uma lesão no joelho, o atacante Rodolfo é opção para o técnico Lisca. Por outro lado, o treinador não poderá contar com Zé Ricardo. O volante recebeu o terceiro cartão amarelo na primeira partida da semifinal e está suspenso. O América deve entrar em campo com Airton, Leandro Silva, Messias, Eduardo Bauermann e João Paulo (Sávio); Flávio, Juninho e Alê; Ademir, Felipe Augusto e Rodolfo (Vitão).

Pelo lado do Atlético a grande expectativa é pela estreia de Mariano. Nas últimas horas, cresceram as notícias de uma possível negociação de Guga com um time europeu. Com isso, Mariano, que foi apresentado na terça-feira (4) e fez apenas um treino, pode ser titular para a partida decisiva. O lateral-direito tem 34 anos e foi um pedido do técnico Jorge Sampaoli, com quem trabalhou no Sevilla entre 2016 e 2017.

Mariano estava no Galatasaray, da Turquia, e vinha atuando pela equipe. Em entrevista coletiva de apresentação, o jogador revelou como está fisicamente.

"Realmente eu estava jogando. Com a questão da viagem, tem mais ou menos uma semana que eu fiquei sem atividade. Vou me preparar, conversar com o Sampaoli e tentar ajudar da melhor maneira possível. Não sei se pra esse próximo jogo, mas vou me preparar e dar o melhor possível fisicamente para poder ajudar a equipe”.

Além de Mariano, Jorge Sampaoli conta com Alan Franco, que retorna de suspensão. O Galo deve entrar em campo com Rafael, Mariano, Réver, Júnior Afonso e Guilherme Arana; Allan, Jair e Nathan; Savarino, Keno e Marrony.

Eleições municipais: votação deve se estendida em pelo menos uma hora

qua, 05/08/2020 - 15:08

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, disse hoje (5) que o horário de votação das eleições municipais deste ano deve ser estendido em pelo menos uma hora, das 8h às 18h, em razão da pandemia de covid-19. “E nós estamos igualmente definindo, com base em cálculos estatísticos e demográficos, a conveniência, ou não, de recomendarmos, não seria vinculante, que cada grupo de faixa etária votasse em um determinado horário”, disse o ministro, em entrevista coletiva virtual.

De acordo com Barroso a ideia é que ao menos sejam reservados os primeiros horários de votação para quem tem mais de 60 anos ou é considerado do grupo de risco para a doença provocada pelo novo coronavírus. O objetivo das medidas é impedir a formação de filas e aglomerações que aumentam o risco de transmissão dos vírus.

O pleito está marcado, em primeiro turno, para 15 de novembro e, em segundo turno, para 29 de novembro.

Baseado na experiência de eleições anteriores, em que se verifica a concentração de eleitores no início dos trabalhos, às 8h, e ao final, às 17h (horário padrão de encerramento), o ministro fez um apelo para que as pessoas se espalhem mais ao longo do dia. “Evitar a concentração é uma das nossas principais preocupações em termos de saúde pública”, disse.

A expectativa é que, nas próximas semanas, o TSE chegue à definição de horário e fluxo de votação por faixa etária, a partir de estudos que estão sendo feitos pelo Setor de Estatística do tribunal e por uma consultoria externa do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa).

No mês passado, o tribunal já havia anunciado que vai excluir a necessidade de identificação biométrica, por meio de impressão digital, tendo em vista o risco de contágio por covid-19. Uma consultoria sanitária também está trabalhando na elaboração de um protocolo de segurança para a realização das eleições municipais em novembro.

Para a adoção das medidas de segurança para mesários e eleitores, o TSE vai propor uma parceria público-privada com entidades de classe, federações e empresas para a aquisição de materiais e equipamentos “com o mínimo de gastos de dinheiro público”. “Para que, com o apoio da livre iniciativa brasileira, possamos realizar eleições seguras e sem a utilização de recursos que, neste momento, podem ser aproveitados em outros lugares”, disse Barroso.

Sobre a realização de campanhas de rua e comícios, o presidente do TSE afirmou que, diante da diversidade de cenários da pandemia no país, a questão será definida pelos municípios, que são os responsáveis pelas regras de comportamento de distanciamento e isolamento social.

São Paulo soma mais de 24 mil mortes pela covid-19

qua, 05/08/2020 - 15:01

O estado de São Paulo registrou, nas últimas 24 horas, 407 novos óbitos provocados pelo novo coronavírus. O número é muito próximo ao recorde diário, computado em 23 de junho, quando foram registradas 434 mortes. Foi a quarta vez, desde o início da pandemia, que o estado ultrapassou a marca de mais de 400 mortes em um único dia.

Com isso, o estado chegou à marca de 24.109 mortes pela covid-19 [a doença provocada pelo novo coronavírus].

Segundo o secretário da Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, o número é alto, mas será observado durante toda essa semana epidemiológica para avaliar se isso é uma tendência ou não. O estado observa a tendência analisando o que acontece na média móvel, que é calculada somando o total de casos na semana e dividindo pelo número de dias.

“Hoje foi um aumento expressivo, mas lembrando que a média móvel dos últimos sete dias se manifesta com tendência de queda. Tivemos, no final de semana e na última segunda-feira (3), os menores índices do mês justificando o que encontramos hoje. Mas estamos atentos”, explicou.

O estado contabilizou, nas últimas 24 horas, 9.676 novos casos da doença, chegando agora à soma de 585.265 casos confirmados desde o início da pandemia. Do total de casos diagnosticados, 387.918 estão recuperados da doença, sendo 73.036 deles após internação.

Há 5.544 pessoas internadas em unidades de terapia intensiva (UTI) de todo o estado, em casos suspeitos ou confirmados do novo coronavírus, além de 7.516 internadas em enfermarias. A taxa de ocupação de leitos de UTI no estado está em torno de 60,2% no estado e em 58,7% na Grande São Paulo.

Capital paulista poderá abrir bares e restaurantes até as 22h amanhã

qua, 05/08/2020 - 14:44

A partir de amanhã (6), bares e restaurantes do estado de São Paulo poderão funcionar até as 22h. No entanto, o novo horário de funcionamento só será permitido para os estabelecimentos que estiverem localizados em cidades que estejam há 14 dias na Fase 3 – Amarela do Plano São Paulo. Este é o caso, por exemplo, de estabelecimentos localizados na capital paulista e na região da Baixada Santista. O decreto será publicado amanhã (6) em Diário Oficial.

O funcionamento de bares e restaurantes é permitido para todas as cidades que estejam localizadas em regiões na fase amarela do plano, respeitando limitação de 40% do público e horário reduzido de funcionamento, por apenas seis horas diárias. No entanto, até então eles só poderiam reabrir até as 17h.

Com a mudança, se a região estiver há 14 dias na fase amarela, bares e restaurantes poderão abrir em horários fracionados, com funcionamento previsto até as 22h, mas somente por seis horas por dia. Com isso, eles poderão alternar seu horário, por exemplo, funcionando durante três horas no almoço e três horas no jantar. “Fica a critério de cada estabelecimento determinar se fará seis horas corridas ou três e três horas ou como julgar conveniente, desde que no limite de seis horas diárias”, disse o governador de São Paulo, João Doria, em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo do estado.

O atendimento nesses bares e restaurantes continuará restrito para pessoas sentadas, mantendo o distanciamento das mesas. Os estabelecimentos não poderão servir alimentos e bebidas para clientes em pé. “Não será permitido, em hipótese alguma, o serviço em pé. As pessoas não poderão ficar em pé em nenhum estabelecimento de consumo do estado de São Paulo”, reforçou Doria. Tanto clientes quanto funcionários deverão utilizar máscaras, retirando-as somente no momento em que estiverem sentadas à mesa, ao se alimentar.

A regulamentação sobre os horários de funcionamento e a fiscalização para impedir a formação de aglomeração caberá a cada prefeito. Na capital, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, já havia assinado protocolo com os setores permitindo o funcionamento até as 22h, mas estava aguardando a autorização do Centro de Contingência do Coronavírus, o que só ocorreu hoje (5).

Segundo Doria, o estado paulista tem, atualmente, cerca de 200 mil restaurantes, padarias e bares em funcionamento, empregando 800 mil pessoas.

Planejamento

O Plano São Paulo é dividido em cinco fases que vão do nível máximo de restrição de atividades não essenciais (Vermelho) a etapas identificadas como controle (Laranja), flexibilização (Amarelo), abertura parcial (Verde) e normal controlado (Azul). O Plano São Paulo também é regionalizado, ou seja, o estado foi dividido em 17 regiões [com a região metropolitana dividida em cinco sub-regiões] e cada uma delas é classificada em uma fase.

Páginas