agario unblocked agario - yohoho - agario - agario - slitherio

História Hoje: Silas de Oliveira compôs clássicos da música brasileira

02:56 Cultura, Programetes 20/05/2016 - 06h00 Brasília Embed

Gláucia Gomes

Há 44 anos morria o compositor Silas de Oliveira, autor de sambas de enredo que se tornaram clássicos, como Aquarela Brasileira, Os Cinco Bailes da História do Rio, Glórias e Graças da Bahia e Heróis da Liberdade, em parceria com outros compositores.

 

Silas era professor de português, e se apaixonou pela aluna Elaine dos Santos. Naquela época fez amizade também com o jornaleiro Mano Décio da Viola.

 

Junto com Elaine e de Mano Décio, Silas começou a frequentar rodas de samba nos morros cariocas. Com os dois, ia também nos tradicionais pagodes das tias baianas, na Praça Onze, regados a muita bebida, comida e batucada.

 

Em 1947, Silas de Oliveira, ao lado de Mano Décio e outros compositores, fundou a Império Serrano e se tornou um dos grandes compositores da escola de samba de Madureira. Conquistaram o carnaval no ano seguinte.

 

Nos anos de 1949 e 1951, a dupla venceu a disputa do melhor samba enredo da escola com as músicas Exaltação a Caxias e o Caçador de Esmeraldas.

 

O compositor dedicou 28 anos de sua vida ao Império Serrano. Nesse período fez 16 sambas para a escola, das quais 14 foram apresentados no desfile oficial.

 

Quando o amigo Mano Décio foi para a Portela, a dupla se desfez. Mas Silas continuou compondo para a Verde-e-Branco de Madureira e muitos de seus sambas se tornaram clássicos do gênero.

 

Em 1968, com a volta de Mano Décio para a Império Serrano, os dois se enfrentam na disputa pelo melhor samba de enredo. Silas derrotou o antigo parceiro com a composição Pernambuco, Leão do Norte.

 

No ano seguinte, a dupla é refeita na última parceria e compõem o Heróis da Liberdade, em um ano em que o jeito de fazer samba-enredo passava por grandes modificações, sobretudo no andamento acelerado, lembrando marcha carnavalesca.

 

Em 1972, Silas de Oliveira foi a uma roda de samba, pensando arranjar dinheiro para matricular uma de suas filhas no vestibular.

 

Quando cantava Os Cinco Bailes da História do Rio, sofreu um infarto fulminante.

 

* Áudio alterado às 11h30 de 20/05/2016 para corrigir informação. O compositor Silas de Oliveira morreu há 44 anos e não há 34 anos, como informava anteriormente.

 

História Hoje: Programete sobre fatos históricos relacionados a cada dia do ano. É publicado de segunda a sexta-feira.

Acesse aqui as edições anteriores.

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique