PF poderá ser acionada para investigar rede de aliciadores em comunidade quilombola

01:40 Direitos Humanos, Notícias 20/04/2015 - 18h49 Cavalcante Embed

Juliana Cézar Nunes

Terminou há pouco em Cavalcante, Goiás, audiência pública especial da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados.

 

A comissão apura denúncias de abuso e exploração sexual em meninas  da comunidade quilombola Kalunga.

 

Cerca de 300 pessoas da cidade e da comunidade lotaram o centro de convivência onde funciona o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil. Com cartazes, professoras exigiram a punição e apuração dos casos.

 

O presidente da Comissão de Direitos Humanos, deputado Paulo Pimenta, vai procurar o Ministério da Justiça para avaliar a necessidade de envolvimento da Polícia Federal nas investigações, uma vez que as conselheiras tutelares afirmaram ter recebido ameaça de morte. Suspeita-se ainda que um rede de aliciadores atue na região e leve meninas quilombolas para o trabalho infantil doméstico e exploração sexual em outras cidades.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique