agario unblocked agario - yohoho - agario - agario - slitherio

Inflação oficial registra queda de 0,31% em abril, menor taxa desde agosto de 98

02:30 Economia, Notícias 08/05/2020 - 15h38 Rio de Janeiro Embed

Cristiane Ribeiro

O IPCA, Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, que mede a inflação oficial do país, registrou queda de 0,31% em abril, depois de variar 0,07% em março. A taxa é a menor desde agosto de 1998, quando ficou em -0,51%,   de acordo com o IBGE.

 

A queda de 9,59% no preço dos combustíveis foi o que mais pesou para a deflação em abril. A gasolina caiu no mês em todas as 16 regiões pesquisadas e foi responsável pela queda de 2,66% no grupo Transportes, o maior impacto negativo no IPCA do mês passado.

 

O gerente da pesquisa, Pedro Kislanov,  explica que no período de coleta do índice houve dois anúncios de queda no preço da gasolina, o que influenciou bastante no resultado.

 

Além dos transportes, os grupos Artigos de residência, Habitação, e Saúde e Cuidados Pessoais também contribuíram para a deflação.

 

Já a maior contribuição positiva no IPCA de abril veio da Alimentação e bebidas.  Segundo o IBGE, segue aumentando e acelerou em relação ao resultado do mês anterior. A alimentação no domicílio passou de 1,40% em março para 2,24% em abril. Já as carnes apresentaram queda pelo quarto mês consecutivo, com ainda mais intensidade que no mês anterior.

 

Kislanov explicou que,  a restrição da oferta de alimentos, natural nos primeiros meses do ano, e o aumento da demanda provocado pela pandemia de Covid-19, com as pessoas indo mais ao mercado e cozinhando mais em casa, provocaram o aumento nos preços dos alimentos em abril. Com  as famílias em casa, a alimentação fora do domicílio registou deflação pelo segundo mês consecutivo, mas houve aumento do ítem lanche.

 

Nos índices regionais, 14 das 16 áreas pesquisadas apresentaram deflação. Curitiba registrou o menor índice, por conta da queda nos preços da gasolina. Tiveram inflação o Rio de Janeiro e Aracaju, em função das altas nos preços das passagens aéreas e da energia elétrica.

 

No ano, o IPCA acumula alta de 0,22% e, nos últimos doze meses, de 2,40%, abaixo dos 3,30% observados nos 12 meses imediatamente anteriores.

 

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique