agario unblocked agario - yohoho - agario - agario - slitherio

Pesquisa da FGV indica aumento do desemprego no trimestre

01:59 Economia, Notícias 09/06/2020 - 16h00 Rio de Janeiro Embed

Cristiane Ribeiro

O Indicador Antecedente de Emprego da Fundação Getulio Vargas (FGV) registrou em maio variação positiva, depois de atingir em abril o menor nível desde 2008. Enquanto o Indicador Coincidente de Desemprego, que reflete a tendência negativa do mercado de trabalho - quanto mais alto, maior é a taxa de desemprego - subiu em maio e alcançou o maior patamar desde outubro de 2018. Os dois indicadores, que  sinalizam o mercado de trabalho no país, foram divulgados nesta terça-feira (9) pela Fundação Getulio Vargas.

 

Para o economista da FGV, Rodolpho Tobler, o resultado do  Indicador Antecedente de Emprego no mês passado  pode ser interpretado como uma acomodação do índice em patamar muito baixo, considerando que esse ainda é o segundo menor valor da série. Já o resultado do  Indicador Coincidente de Desemprego  sugere que a taxa de desemprego deve sofrer impacto negativo neste segundo trimestre, e ainda sem indicações de retorno dessa tendência no curto e médio prazo.

 

De acordo com a Fundação, cinco dos sete componentes do Indicador Antecedente de Emprego subiram em maio, com destaque para o Emprego Previsto no setor de Serviços e a Tendência dos Negócios da Indústria. No caso do Indicador Coincidente de Desemprego, o aumento em maio foi influenciado por todas as quatro classes de renda familiar, sendo que a maior contribuição veio das classes familiares com renda até R$ 2,1 mil e entre R$ 2,1 mil e R$ 4,8 mil.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique