agario unblocked agario - yohoho - agario - agario - slitherio

Operação da PF combate desvio de dinheiro da merenda escolar no Pará

02:22 Educação, Notícias 09/11/2017 - 20h21 Brasília Embed

Renata Martins

Uma operação da Polícia Federal no Pará combate o desvio de verbas do FNDE - Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação.

 

O dinheiro foi desviado da merenda escolar entre 2015 e 2016, em Castanhal. É o que apontam as investigações da Polícia Federal e da Controladoria Geral da União.

 

Os agentes da Operação Concorrência Zero cumpriram nesta quinta feira cinco mandados de busca e apreensão, um deles na Câmara Municipal de Castanhal.

 

O alvo era o vereador Edivam Damasceno, do PR. Ele é suspeito de participar do esquema. As outras buscas foram feitas em sítios na área rural da cidade.

 

Os investigadores identificaram irregularidades na contratação de uma associação de produtores rurais pela prefeitura de Castanhal para o fornecimento de itens de agricultura familiar às escolas do município.

 

A CGU constatou que a entidade era composta por fantasmas, outros serviam de laranja: não moravam em Castanhal ou não trabalham com atividade rural.

 

A perícia já identificou o potencial de sobrepreço de mais de  R$ 309 mil só em 2016. Os recursos desviados são oriundos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação.

 

Nos últimos quatro anos, a associação de produtores foi beneficiada com contratos de  R$ 8 milhões, celebrados com diversas prefeituras paraenses. Esses contratos também estão sob investigação.

 

A atual gestão municipal afirmou que a associação investigada não fornece mais alimentos da agricultura familiar para a prefeitura. E que o fato investigado foi na gestão anterior.

 

Não conseguimos contato com o prefeito da época, Paulo Titan do PMDB e nem com a Associações de Produtores Rurais no município de Castanhal.

 

Nós ligamos para o celular do vereador Edivam Damasceno, mas estava desligado ou fora da área de serviço. A Câmara Municipal informou que o mandado  foi exclusivamente para o  gabinete do vereador investigado e que nada foi apreendido pois os parlamentares não possuem gabinete individual, tampouco documentos e computadores na Câmara.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique