agario unblocked agario - yohoho - agario - agario - slitherio

Polícia Civil do Amazonas indicia 210 detentos por massacre em presídio

02:12 Geral, Notícias 01/09/2017 - 19h25 Manaus (AM) Embed

Bianca Paiva

Depois de mais de oito meses de investigações, a Polícia Civil do Amazonas concluiu nesta semana o inquérito que apurou as mortes de 56 de detentos no dia primeiro de janeiro no Compaj, Complexo Penitenciário Anísio Jobim, localizado no quilômetro oito da BR-174. 210 detentos foram indiciados por envolvimento no massacre.

 

A equipe de investigação fez perícias no local e exames de necropsia e de DNA nos corpos. Imagens captadas pelas câmeras do circuito interno do presídio também foram analisadas. Além disso, de acordo com o delegado-geral adjunto da instituição, Ivo Martins,  350 pessoas foram ouvidas.

 

A conclusão do inquérito é de que as mortes no Compaj ocorreram por rivalidade entre duas facções criminosas que atuam no estado: a FDN, Família do Norte, e o PCC, Primeiro Comando da Capital.

 

A rebelião começou por volta de quatro da tarde, no primeiro dia do ano, quando alguns detentos do pavilhão 3, entre eles, membros do FDN, renderam agentes e trocaram tiros com policiais militares em uma área da unidade prisional, chamada de “Seguro”, onde ficavam os presos considerados vulneráveis e alguns do PCC.

 

O inquérito da Polícia Civil sobre o massacre tem 2.600 páginas e será enviado à Justiça na próxima segunda-feira.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique