agario unblocked agario - yohoho - agario - agario - slitherio

Prefeito e vereadores de Tapauá são presos por desvio de mais de R$ 60 milhões

02:32 Geral, Notícias 29/11/2017 - 09h05 Brasília Embed

Renata Martins

O prefeito do município amazonense de Tapauá é preso em operação deflagrada nessa terça-feira (28) que apura desvios de mais de R$ 60 milhões.


Nove mandados de prisão preventiva, nove de condução coercitiva e 29 de busca e apreensão em órgãos da prefeitura, da Câmara de Tapauá e em residências e empresas no município e na capital Manaus foram cumpridos.

Entre os presos está o prefeito de Tapauá, José Bezerra Guedes, o Zezito, e três vereadores, entre eles, o presidente da Câmara, Alvemir Oliveira Maia.


O grupo é suspeito de executar esquema de corrupção generalizada, pelo pagamento de propinas e mensalinho a vereadores para aprovação de medidas e processos licitatórios fraudulentos.


O procurador-geral do Amazonas, Fábio Monteiro, explicou como o esquema funcionava.


“As licitações eram direcionadas para a empresa VW. Os serviços não eram executados e quando eram executados eram muito aquém do que era contratado, mas efetivamente pago, bem como o pagamento de verbas a praticamento todos os componentes da Câmara Municipal. O presidente da Câmara, juntamente com o prefeito faziam essa intermediação e o empresário, que era o vencedor das licitações, fazia o pagamento, na maioria das vezes em Manaus.”


A entrega da propina aos vereadores foi filmada em ação controlada do Ministério Público Estadual.

A empresa citada é a VW COMÉRCIO, CONSTRUÇÕES E TRANSPORTES LTDA, administrada pelo irmão do presidente da Câmara, o empresário Walter Oliveira Maia. Ele também teve prisão preventiva decretada, mas está foragido.

Dez dos 11 vereadores são investigados. A lista também inclui secretários municipais, servidores públicos e empresários.


Para o procurador, o padrão de vida dos envolvidos, inclusive com diversas residências na capital amazonense, é incompatível com a realidade do município.


“É absurdo um município extremamente pobre, [com] um índice de desenvolvimento humano bem baixo e o pouco recurso de orçamento que o município recebe é praticamente na sua totalidade desviado.”


De acordo com as investigações, o esquema desviou mais de R$ 62 milhões, somente neste ano, em recursos públicos, inclusive da Educação e da Saúde do município.


A prefeitura de Tapauá não retornou nosso contato. Nós não conseguimos falar com os outros envolvidos.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique