Estados do Norte sentem efeitos do terremoto na Venezuela

02:08 Geral, Notícias 22/08/2018 - 08h05 Brasília Embed

Samanta do Carmo

Pelo menos três estados da Região Norte do Brasil sentiram os efeitos do terremoto que atingiu a costa da Venezuela, na tarde dessa terça-feira (21).


Segundo a Fundação Venezuelana de Investigações Sismológicas, o tremor ocorreu por volta das 17h30, no horário local, e teve magnitude de 6.3 na escala Richter.


O Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo apontou magnitude de 7.2. O Serviço Geológico dos Estados Unidos também calculou o terremoto acima de 7 pontos na escala Richter.


Em Manaus, o Corpo de Bombeiros registrou 15 chamados em decorrência do terremoto vindos de diversos pontos da cidade como Ponta Negra, centro, Adrianópolis e Dom Pedro.


Na capital amazonense, os efeitos foram sentidos em edifícios mais elevados. Prédios foram evacuados e o Corpo de Bombeiros realizou vistorias em alguns pontos.


Em Macapá, o prédio onde funciona a universidade Unip teve de ser evacuado. Moradores de Laranjal do Jari, também no Amapá, relataram pelas redes sociais que árvores caíram por causa do tremor e os moradores correram para as ruas no momento do abalo.


O tremor de terra ainda foi sentido em cidades de Roraima, inclusive Pacaraima, porta de entrada dos imigrantes venezuelanos que chegam ao Brasil.


De acordo com a Fundação Venezuelana de Investigações Sismológicas, os terremotos são comuns no país, que está numa região onde se encontram diferentes falhas sismológicas.


O Corpo de Bombeiros da Amazônia orienta que, caso outro tremor venha a acontecer, as pessoas devem manter a calma e evacuar o local onde o abalo está sendo sentido.


Em abril, um terremoto de magnitude 6.7 na escala Richter, ocorrido no sul da Bolívia, foi sentido em Brasília, São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná. Vários prédios também foram evacuados e vistoriados.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique