Órgãos municipais e estaduais do Amapá se unem para atuar em áreas de risco de inundação

01:09 Geral, Notícias 18/12/2018 - 13h00 Brasília Embed

Sâmia Mendes

Para minimizar os riscos causados por inundações ou ventanias em Macapá, no Amapá, os governos do estado e do município criaram um plano de ação conjunto.

 

A ideia é que os órgãos de defesa, assistência social e infraestrutura atuem de forma integrada.

 

A partir de agora, com o plano, o Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Amapá passará informações diárias à Defesa Civil que, por sua vez, em caso de alagamentos ou inundações, atuará com medidas de segurança e retirada da população dos locais de risco.

 

Os órgãos de assistência atuarão no auxílio às famílias afetadas garantindo, quando necessário, abrigo e inclusão nos programas sociais disponibilizados pelos governos municipal, estadual e federal.

 

E os órgãos de infraestrutura serão acionados para serviços de recuperação, limpeza e desobstrução dos locais atingidos.

 

A Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil está monitorando os locais onde está sendo registrado um grande volume de chuvas nos últimos dias. De acordo com o órgão, só na capital existem cerca de 30 áreas de risco.

 

Os órgãos estaduais também já traçaram estratégias para enfrentar possíveis inundações em outras cidades do Amapá. A Defesa Civil, por exemplo, preparou um plano de contingência para atuar nos 16 municípios.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique