agario unblocked agario - yohoho - agario - agario - slitherio

Vítimas com suspeita de intoxicação pelo dietilenoglicol estão em estado grave

02:56 Geral, Notícias 20/01/2020 - 11h06 Brasília Embed

Gésio Passos

As 14 pessoas internadas com suspeitas de intoxicação por dietilenoglicol estão em estado grave e risco de morte.

 

É o que afirma a Secretaria de Saúde de Minas Gerais. Das 14, somente 3 tiveram confirmada a intoxicação nos testes de laboratório.

 

No caso das quatro mortes já confirmadas, em apenas uma foi constatada a presença do dietilenoglicol.

 

A secretaria inclusive mudou a definição dos casos de  síndrome neufroneural para intoxicação exógena por dietilenoglicol para ampliar a investigação. Assim, o número de casos pode aumentar.

 

A Secretaria de Saúde estadual fez hoje um balanço sobre os casos de intoxicação e alertou a população para não consumir os produtos da cervejaria Backer.

 

O superintendente de Vigilância Sanitária de Minas Gerais, Filipe Laguardia, explica quais são os casos suspeitos de contaminação que devem ser notificados imediatamente à Secretaria de Saúde do Estado.

 

Os principais indícios da investigação da Polícia Civil mineira levam a intoxicação pela ingestão das cervejas Belorizontina da empresa Backer.

 

O Ministério da Agricultura divulgou que a água utilizada pela cervejaria estava contaminada pelo dietileno e pelo monoetilenoglicol. Amostras de 22 lotes de 8 marcas de cervejas  da Backer também comprovaram a presença das substâncias tóxicas.

 

A Polícia Civil ontem realizou mandados de buscas e apreensão na empresa química fornecedora das substâncias para a cervejaria. Também foram ouvidos ex-funcionários como testemunhas.

 

A Backer informa que, na quinta-feira (16), teve acesso a um vídeo que pode estar relacionado com as investigações, que foi repassado à polícia.

 

A empresa reforçou que é a principal interessada na apuração dos fatos e que o objetivo é auxiliar e contribuir sem restrições com as autoridades.

 

A Polícia informou que está analisando o vídeo, mas, por motivos de sigilo e para não atrapalhar as investigações, nenhum detalhe do caso será divulgado nesse momento.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique