agario unblocked agario

Junto com a nova capital que o Brasil ganhava há 60 anos, nascia também uma nova imprensa

03:35 Geral, Especiais 26/04/2020 - 06h19 Brasília Embed

Victor Ribeiro

O dia 21 de abril de 1960 foi notícia ao redor do mundo. Afinal, não é comum a mudança de uma capital. E mais incomum ainda é que essa capital seja uma cidade novinha em folha.


O jornal mais importante do mundo, The New York Times, publicou: “Brasil inaugura sua nova capital” e registrou a saudação do então presidente dos Estados Unidos Dwight Eisenhower.


A cidade também foi manchete por aqui. No Jornal do Brasil: “Desfile de candangos, hora triunfal de Brasília”; na Folha de S.Paulo: “Brasília, do papel ao concreto”; no Jornal do Commercio: “Participação mundial na festa de Brasília - assume importância internacional a inauguração”; O Estado de S. Paulo: “Desde as 9h30 Brasília é a capital”; O Globo: “Brasília inaugurada - Brasília e Guanabara emocionam o país”.


Na capital, o destaque é para o Correio Braziliense. Inaugurado junto com a capital, noticiava: “Brasil, capital Brasília”. Os jornais do grupo Diários Associados, do qual o Correio faz parte, também traziam a manchete “Brasília amanhece”.


O papel da imprensa local vai além de trazer notícias do mundo. Ela conta notícias da cidade, ouve pessoas que, de alguma forma, são próximas a nós. Muita gente teve contato com esse lado humano de Brasília por meio da coluna da jornalista Conceição Freitas, que assinava a coluna Crônica da Cidade, no Correio Braziliense, e, agora, está no portal Metrópoles. Ela conta sobre o surgimento dessa imprensa local.

 

Além das colunas, Conceição Freitas abriu uma banca na quadra modelo, a 308 Sul, que ela diz ser uma loja de afetos, com um rico acervo sobre a história e o dia a dia de Brasília.


Outro meio de comunicação comercial historicamente ligado à formação da identidade de Brasília é a TV Globo. O sinal da emissora já chegava aqui antes mesmo da inauguração da emissora, no dia 21 de abril de 1971, junto com o aniversário da cidade. De 1967 a 1969, o governo militar autorizou que a Globo usasse o sinal da TV Nacional, que era um canal estatal federal. Para chegar a Brasília. Em 69, a emissora conseguiu concessão para operar na capital.


O jornalista Wilson Ibiapina começou a trabalhar na TV Globo Brasília antes mesmo da inauguração da emissora.


Na próxima reportagem, a gente começa a falar sobre a comunicação pública. Vamos conhecer a história da Rádio Cultura.

 

 

** Acesse aqui todas as reportagens do especial Brasília 60 Anos, que vai ao ar na Rádio Nacional e parceiras e também é publicado na Radioagência Nacional.

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique