agario unblocked agario - yohoho - agario - agario - slitherio

Governo do Rio assume hospitais de campanha após romper com Iabas

03:14 Geral, Notícias 03/06/2020 - 20h18 Rio de Janeiro Embed

Fabiana Sampaio

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, afirmou nesta quarta-feira (03) que a decisão de romper o contrato com a organização social IABAS, responsável pela gestão e construção de sete unidades de campanha no estado, foi tomada após conhecimento da compra de 500 carrinhos de anestesia para funcionar como respiradores nas unidades.

 

A quebra do contrato foi determinada em um decreto. Dos sete hospitais previstos, a Iabas entregou apenas um e, mesmo assim, com denúncias de falta de insumos e problemas de atendimento. A OS também está envolvida em investigação da Operação Placebo, que apura desvios no contrato e a participação de integrantes da Secretaria Estadual de Saúde.

 

Nesta quarta-feira, o secretário de Saúde, Fernando Ferry, se reuniu com representantes da Iabas, da Fundação Saúde, que agora é a responsável pela conclusão das obras e operação do sistema, e também com oficiais do Corpo de Bombeiros, que farão parte da equipe que está sendo montada para administrar a unidade do Maracanã, a única inaugurada sob a gestão da OS.

 

Em relação aos outros seis hospitais de campanha em construção, a Secretaria de Infrastrutura e Obras fará novas vistorias para verificar como as unidades se encontram em termos de estrutura e equipamentos. Wilson Witzel também ressaltou que os hospitais de campanha vão ficar como legado para a população e que o estado já planeja a reabertura das atividades econômicas a partir da próxima semana.


A Iabas informou em nota que  a Secretaria de Saúde do Rio, desde o início das negociações, esteve informada da compra dos carrinhos de anestesia, em substituição aos respiradores. E que é consenso internacional a utilização desses equipamentos  como ventiladores, principalmente no momento atual, em que há  escassez do produto.

 

A OS também afirmou que diante do decreto de intervenção vai colaborar na transferência dos hospitais para o novo gestor e posteriormente tomar as medidas judiciais necessárias para assegurar os direitos da instituição.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique