agario unblocked agario - yohoho - agario - agario - slitherio

Procuradores entram na Justiça por medidas de proteção aos povos Guarani e Kaiowá

02:41 Justiça, Notícias 02/06/2020 - 10h41 Brasília Embed

Renata Martins

Procuradores da República pedem na Justiça que a Secretaria Nacional de Saúde Indígena adote medidas urgentes para proteger os povos originários em Mato Grosso do Sul.

 

A ação do Ministério Público Federal pede equipamentos de proteção, insumos, equipes médicas e locais adequados para a prevenção e o combate ao coronavírus. Por considerar urgente, o MPF solicitou liminar para garantir as medidas. Mas a Justiça Federal negou o pedido e vai ouvir o governo federal, antes de qualquer determinação.

 

Segundo os procuradores da República, falta equipamento de proteção para as equipes, termômetros e oxímetros, além de pessoal para atender aos Kaiowá e os Guarani, na Grande Dourados.

 

Já foram confirmados 74 casos de coronavírus na Reserva Indígena Dourados, em apenas 17 dias. A morte de uma indígena de 58 anos nesse sábado (30) está sendo investigada. Ela estava com sintomas da doença.

 

O município de Dourados tem 306 casos confirmados de Covid-19, apenas seis a menos que a capital, Campo Grande.

 

Flávio Machado, do Conselho Indigenista Missionário em Dourados, teme que a disseminação do coronavírus já esteja sem controle dentro das aldeias da Reserva Dourados.

 

O Ministério da Saúde informou que a carga de insumos e Equipamentos de Proteção Individual saiu, nessa segunda-feira (1º), da sede do Distrito Especial de Saúde Indígena Mato Grosso do Sul, em Campo Grande, para os 14 Polos Bases e três Casas de Saúde Indígena da região.

 

Os medicamentos estão em processo de aquisição, com recurso empenhado para solicitação emergencial. Quanto à contratação de Equipe de Resposta Rápida, não houve médicos interessados no processo seletivo do edital, afirmou o ministério.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique