Estudo da Uerj comprova eficácia do isolamento social contra o novo coronavírus

03:20 Pesquisa e Inovação, Notícias 12/05/2020 - 17h17 Rio de Janeiro Embed

Lígia Souto

Estudo feito pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro demonstrou que o isolamento social, adotado no mundo todo para conter a pandemia, é de fato importante para controlar a propagação do coronavírus.

 

O levantamento acompanhou semanalmente o comportamento do novo vírus em todo o país, com base em informações divulgadas pelo Ministério da Saúde e sites internacionais.

 

De acordo com o engenheiro químico e professor do Instituto de Química da Uerj, Eduardo Lima, responsável pelo estudo, foram analisados os dados oficiais de óbitos por milhão de habitantes, o que permitiu uma comparação considerando o tamanho da população.

 

Os resultados, segundo ele, mostram uma tendência mais constante de achatamento da curva após a decretação das medidas restritivas.

 

Outra conclusão do estudo é que o Brasil ainda não atingiu o pico da doença. Por esta razão, Lima reforça a necessidade do isolamento como ferramenta para salvar vidas.

 

Os resultados da comparação entre as regiões Norte e Sul, também evidenciam o impacto positivo do isolamento, segundo o professor.

 

O estudo traz ainda um alerta. O estado de São Paulo concentra quase 35 por cento do total de mortes por coronavírus, tendo se tornado o epicentro da doença no país. Mas, embora o Rio de Janeiro figure em segundo lugar, o estado fluminense se encontra em uma situação pior, com a taxa de mortalidade mais alta.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique