agario unblocked agario - yohoho - agario - agario - slitherio

Reforma tributária é defendida como prioridade do ano em abertura dos trabalhos no Congresso

02:35 Política, Notícias 03/02/2020 - 21h49 Brasília Embed

Kariane Costa

As comissões da Câmara e do Senado retomam as reuniões e os debates nessa terça-feira.


O primeiro dia de trabalho no Congresso Nacional foi marcado pela presença de poucos parlamentares na sessão conjunta que abriu o ano de 2020.


A expectativa na Casa é para a instalação da Comissão Especial Mista que vai tratar da reforma tributária. O relator, líder da maioria, Aguinado Ribeiro, do PP, disse que acredita na possibilidade de ampliação do número de membros da comissão. Atualmente, são 15 deputados e 15 senadores, mas há demanda para inclusão de mais deputados.


Ele reafirmou que a proposta deve ser aprovada nas duas casas até junho.


“Vamos ter uma dinâmica bastante rápida na comissão especial para que a gente possa avançar no texto”.


A afirmação de Aguinaldo aconteceu logo depois da cerimônia de abertura dos trabalhos legislativos.


Em mensagem ao Congresso Nacional, o presidente Jair Bolsonaro pediu aos deputados e senadores que aprovem uma pauta prioritária. Citou oito temas, como a reforma tributária, novo Marco Legal do Saneamento, a privatização da Eletrobras, a independência do Banco Central e as três propostas na área econômica: emergencial, fundos públicos e o pacto federativo.


O presidente do Congresso, senador Davi Alcolumbre, também deu destaque à reforma tributária, que prevê a simplificação de impostos e tributos no Brasil. Segundo Alcolumbre, este é um dos caminhos para melhorar o ambiente de negócios no país e incentivar o crescimento econômico.

 

“O objetivo maior do esforço e do empenho deste Congresso Nacional e mudanças que votaremos em favor da recuperação do país”.


Já o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, defendeu que, além da Reforma tributária, a prioridade é o ajuste das contas públicas. Para Maia, é preciso encontrar meios para investir melhor os recursos destinados às políticas públicas.


“Há um único caminho, o da responsabilidade fiscal. Permitirá, em um curto prazo, que gastemos menos com a estrutura do Estado e mais com políticas sociais para a nossa população”.


Após a solenidade, Rodrigo Maia informou que pode votar, nesta quarta-feira, no plenário da Câmara, a suspensão do mandato do deputado Wilson Santiago, do PTB. Ele foi afastado do cargo por decisão do Supremo, em dezembro do ano passado, na Operação Pés de Barro.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique