agario unblocked agario - yohoho - agario - agario - slitherio

Em Mato Grosso do Sul, agentes de endemias vão usar o Wolbachia contra a dengue

03:18 Saúde, Notícias 17/02/2020 - 17h52 Brasília Embed

Renata Martins

Cerca dois mil e quinhentos agentes de endemias e agentes comunitários de saúde, de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, fazem capacitação nesta segunda e na terça-feira, para executar nova estratégia de combate as arboviroses.

 

Trata-se do método que consiste em infectar o mosquito Aedes aegypti com uma bactéria chamada wolbachia. Quando presente no mosquito, A bactéria impede que os vírus da dengue, zika e chikungunya se desenvolvam dentro do inseto, contribuindo para redução destas doenças.

 

O Laboratório Central de Mato Grosso do Sul vai receber o ovo do mosquito com a bactéria, produzido na Fiocruz. Serão realizados envios semanais para que técnicos do Lacen coloquem esses ovos para eclosão. Depois de adultos, esses mosquitos são soltos.

 

Nesta segunda-feira (17), em Campo Grande, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, assinou documento que formaliza a participação do município na nova estratégia de combate ao Aedes aegypti. Depois dos estudos em laboratório, pesquisadores da Fiocriz fizeram os primeiros testes em Niterói, no Rio Janeiro. Segundo o Ministro da Saúde, com bons resultados, o método será expandido para outras regiões.

 

O Governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, comentou a estratégia. O estado é o segundo com maior incidência de dengue no país. São 147 casos casos por 100 mil habitantes.  Perde apenas para o Acre.

 

Mato Grosso do Sul já registrou mais quatro mil casos de dengue este ano. Das nove mortes pela doença confirmadas de 2020, três foram no estado. A implantação do método Wolbachia em Campo Grande será feita de forma gradativa.

 

De acordo com o Ministério da Saúde, os agentes vão iniciar as atividades de conscientização da população. A aceitação do projeto pela comunidade também será avaliada. Somente após essa etapa é que se inicia a soltura dos mosquitos com a bactéria Wolbachia.

 

Na fase seguinte, alguns mosquitos serão capturados. Pesquisadores vão avaliar a presença da bactéria em mosquitos capturados na região.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique