agario unblocked agario

Coronavírus: infectologista diz que não há motivo para pânico

02:31 Saúde, Notícias 27/02/2020 - 10h52 Brasília Embed

Priscilla Mazenotti

Mesmo com o primeiro caso de coronavírus confirmado aqui no Brasil, não há motivo para pânico.

 

A avaliação é do infectologista David Uip, que integra o comitê de coronavírus criado pelo governo de São Paulo para monitorar as suspeitas da doença no estado.

 

Segundo ele, o país está correto em seguir procedimentos, como, por exemplo, fazer a contraprova, como nesse primeiro caso, e indicar tratamento domiciliar no caso de pessoas com sintomas mais brandos.

 

Aliás, sobre isso, o infectologista foi claro: é preciso haver bom-senso na decisão de internação. Para pacientes com poucos sintomas, tratamento em casa. Para os com sintomas mais fortes, aí sim, o tratamento deve ser hospitalar.

 

Ele ainda explicou que, na maior parte dos casos de coronavírus, os sintomas são poucos. É a minoria que desenvolve a forma mais forte da doença. Por isso, segundo ele, em caso de desconforto, febre e tosse, num primeiro momento, aqueles cuidados básicos são essenciais: repouso, hidratação e alimentação leve.

 

E para prevenir, é fundamental bons hábitos de saúde e higiene.

 

A população mais suscetível ao coronavírus é aquela com mais de 80 anos ou com algum problema sério de saúde como os cardíacos, diabéticos ou com doenças pulmonares.

 

O infectologista Davi Uip afirmou que é importante que o Brasil tenha conhecimento da chegada do coronavírus e trate o assunto com transparência.

 

Ele ainda acrescentou que as autoridades – seja governo federal, estadual ou municipal – estão preparadas e que os hospitais do país têm condições de atender aos eventuais casos.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique