agario unblocked agario

Mandetta alerta para os impactos do coronavírus em comunidades indígenas

02:14 Saúde, Notícias 02/04/2020 - 08h55 Brasília Embed

Renata Martins

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, falou nesta quarta-feira (1) sobre a preocupação dos impactos do coronavírus em comunidades indígenas.

 

Sonora: “Isso é uma grande preocupação que a gente tem. A história de relação dos indígenas com os vírus e patógenos dos não indígenas, sempre foram histórias de que os indígenas têm uma resposta muito diferente e podem ter curvas a maior em relação a morbidade e letalidade nessa doença.”

 

A declaração foi dada após a confirmação do primeiro caso de indígena com Covid-19. Uma mulher da etnia Kocama, de 20 anos, agente indígena de saúde.

 

Ela atua no Distrito Sanitário Especial Indígena Alto Rio Solimões, na área no município de Santo Antônio do Içá, sudoeste do Amazonas.

 

A indígena foi contaminada após ter contato com um médico diagnosticado com a doença.

 

De acordo com a Secretaria de Saúde Indígena, a paciente está em isolamento social em casa e não apresenta sintomas da doença.

 

Para o ministro é necessário redobrar os cuidados, pela peculiaridade de arranjo social e principalmente em comunidades mais isoladas.

 

Sonora: “Principalmente aquelas que tem muito pouca convivência e muito pouco sistema imunológico preparado para uma situação como essa. Os indígenas têm agrupamentos, Eles têm ocas coletivas. Eles têm muito contato. Eles têm hábitos que podem facilitar muito essa história pro vírus.”

 

O ministro alertou ainda que o indigena tem um sistema de saúde muito mais frágil que o SUS.

 

A Secretaria Nacional de Saúde Indígena afirmou que os 34 Distritos Sanitários Especiais produzem, atualizam e adotam os protocolos de manejos clínicos do Plano de Contingência Nacional para Infecção do coronavírus.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique