agario unblocked agario - yohoho - agario - agario - slitherio

IBGE: 9,7 milhões de trabalhadores ficaram sem remuneração em maio

03:08 Saúde, Notícias 24/06/2020 - 18h33 Brasília Embed

Tatiana Alves

Entre os 84,4 milhões de trabalhadores do país, cerca de 19 milhões estavam afastados do trabalho e, entre estes, 9,7 milhões estavam sem sua remuneração, o que é equivalente a 11,5% da população ocupada em maio de 2020. Os dados são da PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Covid-19), do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).



Em maio, a PNAD Covid-19 constatou que 27,9% da população ocupada trabalharam menos do que a sua jornada habitual, enquanto cerca de 2,4 milhões de pessoas trabalharam acima da média habitual. Também em maio, 38,7% dos domicílios do país receberam algum auxílio monetário do governo relacionado à pandemia, no valor médio de R$ 847.



Em maio, 24 milhões de pessoas apresentaram sintomas associados à Covid-19. O grupo etário com a maior proporção de pessoas afastadas do trabalho foi o de 60 anos ou mais de idade: 27,3%. Os maiores percentuais de pessoas afastadas devido à pandemia estavam entre os trabalhadores domésticos sem carteira, com 33,6%dos afastamentos.

 


Cerca de 77,5% do total de ocupados não estavam afastados do trabalho. Entre os não afastados 13,3% da população ocupada estava trabalhando remotamente. 

 

Em maio, cerca de 24 milhões de pessoas tiveram sintomas de síndromes gripais. A perda de cheiro ou de sabor foi informada por 1,8% da população. A região Norte apresentou o maior percentual de pessoas com algum sintoma gripal (18,3%). Entre as pessoas que apresentaram algum dos sintomas pesquisados de síndromes gripais, 56,7% eram mulheres, 50,6% delas tinham entre 30 e 59 anos. Cerca de 15,7% das pessoas com algum dos sintomas pesquisados procurou atendimento em estabelecimento de saúde.

 

A maior parte as pessoas internadas em razão do novo coronavírus eram homens (59,4%) e de cor preta (56,3%). Além disso, mais de 40% eram idosos acima de 60 anos.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique