agario unblocked agario - yohoho - agario - agario - slitherio

Ministério da Saúde deixa de gastar 73% da verba autorizada para combate ao Covid-19

03:11 Saúde, Notícias 23/06/2020 - 15h11 Brasília Embed

Lucas Pordeus Leon

O Ministério da Saúde gastou 27% do total de recursos autorizados para o combate ao novo coronavírus. Dos mais de R$ 39 bilhões disponibilizados por oito medidas provisórias voltadas à pandemia, R$ 10 bilhões foram efetivamente gastos, informou o ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello.


Segundo o ministro, é bom ter um saldo de recursos ainda disponível.

 

"O percentual de saldo que nós temos eu considero que está bom. É bom ter algum saldo para que a gente possa manobrar. Estamos trabalhando na aquisação de EPI, contratação de leitos, e isso é um processo lento. Não pode só pegar um ofício, carimbar e mandar", afirma.


Pazuello destacou que as principais razões para que R$ 28 bilhões ainda não tenham sido gastos são, entre outros motivos, a dificuldade para compra de EPIs, ventiladores pulmonares e outros equipamentos para terapia intensiva. Além disso, segundo o ministro, a liberação do dinheiro em alguns casos depende da elaboração de portarias e da adesão de municípios.


O ministro interino da Saúde informou ainda que a pasta vai disponibilizar até o final desta semana as informações sobre as taxas de ocupação de leitos de UTIs nos estados e municípios, além de dados sobre as filas de espera de pacientes com Covid-19. Para esta quarta-feira, o ministério promete apresentar a estratégia para a testagem em massa da população.


O anúncio foi feito durante audiência pública no Congresso Nacional nesta terça-feira (23). O relator da Comissão Mista da Covid-19, deputado Francisco Júnior, do PSD goiano, cobrou do ministro interino informações sobre a fila de espera nas UTIs do país.

 

"Com frequência são veiculadas notícias de pacientes que vão a óbito por não conseguirem internação. Assim, tornam-se essenciais as informações sobre a quantidade de leitos ocupados por pacientes com Covid-19. Deve ser ponderado que são dados importantes para a retomada gradual da atividade econômica. O Sr. disse que a gente ia ter transparência infinita e nós entendemos que saber quantos leitos existem, quantos estaão ocupados e qual o tamanho da fila é fundamental para podermos organizar", comentou.

 

O ministro interino, Eduardo Pazuello, informou que eles estavam trabalhando para a divulgação desses dados.

 

"Esses dados estão sendo trabalhados já há duas semanas. Nós temos a previsão de até o final da semana é a data para você ter isso no nosso Localiza SUS. Isso foi a primeira coisa que pedi. Esses são os dados fundamentais para a gente conseguir acompanhar a situação naquele município, naquele estado", respondeu.

 

Até o momento, os dados sobre taxas de ocupação de leitos de UTIs e filas de espera são divulgados de forma descentralizada por alguns estados, sendo que há secretarias estaduais que não atualizam as informações com regularidade.


O ministro interino da Saúde ainda informou que nesta quarta-feira, a pasta vai divulgar as diretrizes com estratégias para o diagnóstico da Covid-19 e para a distribuição e uso dos testes para detecção do novo coronavírus.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique