agario unblocked agario - yohoho - agario - agario - slitherio

Ministério Público do DF cobra divulgação correta de dados sobre ocupação de leitos por Covid-19

02:27 Saúde, Notícias 30/06/2020 - 16h54 Brasília Embed

Dayana Vitor

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) entrou com ação pedindo igualdade entre os dados publicados sobre ocupação de leitos de UTI para Covid-19 e os registrados na Central de Regulação do governo.

 

A disponibilidade de leitos de UTI para pacientes da Covid-19 é uma das ferramentas analisadas para decidir sobre o fechamento ou abertura de atividades de uma cidade ou estado. Mas, no Distrito Federal, existem diferenças entre os dados publicados sobre esses leitos no site da Sala de Situação do governo local e os do Complexo Regulador da Secretaria de Saúde.

 

Essa situação levou o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios a entrar com requerimento na Justiça para pedir a igualdade de informações. Também solicitou que constem no site oficial apenas os dados de leitos que podem ser ocupados de forma imediata.

 

Uma força-tarefa do Judiciário descobriu, por exemplo, que em 26 de junho, o sistema de regulação apontava para uma ocupação de 93% dos leitos de UTI para a Covid-19. Já o site da Sala de Situação registrava que cerca de 60% dos leitos tinham pacientes com a doença. Já no dia 17 de junho, quando a taxa de ocupação real de leitos estava em 94%, o site oficial do governo mostrava que 68% estavam ocupados.

 

Procurada pela reportagem da Rádio Nacional, a Secretaria de Saúde do DF afirmou que ainda não foi intimada formalmente a prestar os esclarecimentos.

 

Apesar das divergências sobre a disponibilidade de leitos de UTI para a Covid-19, na última sexta-feira, clubes de futebol profissional e clubes recreativos voltaram a funcionar, mas sem as piscinas e práticas de esportes coletivos. Outros setores devem ser reabertos nos próximos dias.

 

O governador Ibaneis Rocha admitiu que estuda o reinício das atividades dos salões de beleza e academias no dia 7 de julho; dos bares e restaurantes, em 15 de julho, e das escolas em 27 de julho. Mas, segundo ele, tudo vai depender da evolução de casos da Covid-19 e leitos de UTIs disponíveis.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique