agario unblocked agario - yohoho - agario - agario - slitherio

Quatro comunidades do Rio têm letalidade por Covid-19 menor que 1%, aponta pesquisa

02:29 Saúde, Notícias 22/06/2020 - 20h06 Rio de Janeiro Embed

Fabiana Sampaio

A taxa de letalidade - número de mortos em relação ao total de infectados - da Covid-19, em quatro comunidades do município do Rio de Janeiro, está abaixo de 1%. Rocinha, Maré, Cidade de Deus e  Rio das Pedras têm percentuais entre 0,4% e 0,2%. É o que aponta o resultado da primeira etapa de pesquisa sobre a doença feita pela Prefeitura, com a colaboração do Ibope, para identificar incidência e letalidade da Covid-19 em comunidades cariocas. O trabalho analisou 3.210 coletas de testes rápidos feitos em moradores de seis regiões: Rocinha, Maré, Cidade de Deus, Rio das Pedras, Realengo e Campo Grande.
 

O levantamento apontou que o maior percentual de casos positivos nas seis regiões pesquisadas ocorreu na Cidade de Deus, que fica na zona oeste, com  28%. O menor ocorreu, em Campo Grande, também na zona oeste, com  5%.  Campo Grande, no entanto, têm a maior taxa de letalidade, de 1,8%; e Realengo, vem na sequência com 1,2%.

 

A pesquisa também apontou que o percentual de casos positivos, mas sem sintomas, foi mais alto entre os idosos. A incidência foi de 67% na faixa dos 80 a 89 anos. Esse percentual foi de 50% entre os adultos de 30 a 39 anos e de 45% entre os com idades de 40 a 49 anos.

 

Em coletiva, nesta segunda-feira (22), o prefeito Marcelo Crivella destacou que os dados de incidência e letalidade da Covid-19 no município  são compatíveis com os de outras cidades do mundo:

 

"Essa notícia é muito importante porque havia uma fake news de que no estado do Rio de Janeiro, na cidade do Rio de Janeiro, o índice de mortalidade era maior em outros locais. Mas não. É exatamente próximo ao universal", explicou.

 

O levantamento foi feito com pessoas de 18 anos ou mais, residentes na cidade do Rio de Janeiro. A pesquisa é dividida em cinco fases e, segundo a Prefeitura, nas próximas etapas,  será possível acompanhar a velocidade de expansão do número de contaminados.

 

A segunda  etapa vai começar no próximo dia 1º de julho, nos mesmos locais.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique